13 de setembro de 2018, 17h05

Ludmilla segue Pabllo Vittar e cancela contrato com grife que apoia Bolsonaro

O próprio dono da empresa de calçados, o designer e empresário catarinense Victor Vicenzza, anunciou que a cantora também resolveu romper o contrato que tinha com a marca

Foto: Reprodução/YouTube

Depois que a cantora Pabllo Vittar anunciou, no início de setembro, que havia cancelado seu vínculo com a grife Victor Vicenzza Calçados, em função do apoio público do empresário ao candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), Ludmilla seguiu os passos e fez o mesmo, segundo informações do DCM.

O próprio dono da empresa, o designer e empresário catarinense Victor Vicenzza, anunciou que a cantora também resolveu romper o contrato que tinha com a marca. Segundo Vicenzza, algumas drag queens também decidiram promover o boicote à grife, como Aretuza Lovi e Gloria Groove.

À época de seu desligamento da empresa, Pabllo Vittar divulgou um desabafo nas redes sociais: “Não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os direitos humanos de toda comunidade LGBTQIA+. da qual faço parte”, escreveu.

A empresa chegou a lançar uma linha de botas com desenhos do rosto de Jair Bolsonaro.

Foto: Reprodução/Facebook Victor Vicenzza Calçados