Lula acha que PSB não fecha com PT e aposta em Marília Arraes | Revista Fórum
07 de julho de 2018, 10h45

Lula acha que PSB não fecha com PT e aposta em Marília Arraes

Em sua coluna na Folha de S.Paulo, a jornalista Mônica Bergamo informa que dirigentes petistas que ainda tentam articular aliança com o PSB se surpreenderam com declarações do ex-presidente, em apoio a Marília Arraes

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O posicionamento do PT nas eleições em Pernambuco parece que está prestes a se definir. Alguns dirigentes do partido, que ainda tentam articular uma aliança com o PSB, se surpreenderam com a declaração do ex-presidente Lula de que, se fosse militante no estado nordestino, já estaria fazendo campanha para a candidata petista Marília Arraes ao governo, segundo informa a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

A retirada da candidatura da neta de Miguel Arraes, principal opositora do atual governador Paulo Câmara (PSB-PE), que concorre à reeleição, é tida como crucial para que o PSB, em troca, apoie o PT no plano nacional. Contudo, Lula tem manifestado descrença em relação a uma aliança nacional com o PSB, que, na opinião dele, estaria apenas “enrolando” o PT.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, minimiza as declarações. “Temos que relevar. Nas condições atuais, [Lula] pode não estar em um bom momento”, afirma ele. O PSB, segundo o dirigente, seguirá conversando com o PDT de Ciro e com o PT. A convenção do partido foi marcada para o dia 5 de agosto, data final para a decisão de candidaturas e alianças. “Quem tem prazo não tem pressa”, conclui Siqueira.