Lula comenta vitória do Brasil na Copa: "Ganhamos. Está tudo certo? Não" | Revista Fórum
27 de junho de 2018, 21h54

Lula comenta vitória do Brasil na Copa: “Ganhamos. Está tudo certo? Não”

Ex-presidente continua criterioso em suas análises sobre os jogos da Seleção Brasileira na Copa; comentário foi lido ao vivo no programa Papo Com Zé Trajano, na TVT. Assista

Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

O ex-presidente Lula segue, direto da superintendência da Polícia Federal em Curitiba, atuando como comentarista de futebol nesta Copa do Mundo. Desde o primeiro jogo do Brasil, contra a Suíça, que o petista envia suas análises por escrito para serem lidas ao vivo no programa Papo Com Zé Trajano, que vai ao ar pela TVT e pela Rádio Brasil Atual.

Nesta quarta-feira (27), Lula foi mais uma vez criterioso ao analisar a vitória do Brasil sobre a Sérvia por 2 a 0.

“Jogamos bem e ganhamos. Está tudo certo? Não. Podemos jogar melhor, temos potencial e temos que cuidar da defesa para não sofrermos gol. Lembrar de tempos gloriosos quando todo brasileiro dizia que a melhor defesa é o ataque”, disse. O petista, no entanto, não ficou só na cobrança e elogiou a atuação da seleção canarinho. “Mesmo com dificuldade, foi o melhor jogo do Brasil, principalmente no segundo tempo”, afirmou.

Para a partida contra o México na próxima segunda-feira (2), já pelas oitavas de final do Mundial, o ex-presidente recomendou: “Agora é crescer a cada jogo e colocar o coração no bico da chuteira. Por que mata mata não é brincadeira, e ninguém vai dar mole para o Brasil. O que não podemos é achar que está tudo bem. Não, não está. Podemos jogar mais e temos potencial para isso”, disse, completando: “É só seguir as ordens de Tite com muita intensidade e essa será a fórmula mágica para ganharmos o jogo”.

Quanto à performance do craque Neymar, Lula acredita que ele ainda apresentará, nesta Copa, o seu melhor futebol. “Nosso Neymar ainda está devendo um bom jogo. Todos os melhores do mundo, com exceção do Cristiano Ronaldo, desapareceram até agora”, analisou.

Lula não deixou de falar, logicamente, sobre a eliminação da Alemanha, que tombou ao perder de 2 a 0 para a Coreia do Sul. “Depois de ver a invencível Alemanha ser desclassificada pela Coreia, fiquei pensando no que os comentaristas de 2014 iriam dizer da Alemanha. Parecia, na visão deles, o país do futebol. A Alemanha investiu em escolas, centros de treinamento. Parecia que as crianças começavam a aprender futebol na barriga das mães, de tão avançado que estava o profissionalismo alemão”, lembrou.

Ao final do comentário o ex-presidente ainda desabafou: “Trajano, estou sentado na minha cela sozinho. Não tenho TV a cabo, portanto, sabe como estou assistindo. Sem um amigo para discutir o jogo, é muito sofrido”.

Assista