Seja Sócio Fórum
02 de março de 2019, 16h14

Lula corrige delegado da PF: o senhor sabe que eu devia

Orientação é para o ex-presidente não se comunicar com o povo que o aguardava do lado de fora, mas ele não resistiu e retribuiu o carinho

Foto: Reprodução/TV Globo
Depois de deixar o cemitério, onde participou do velório do neto Arthur Araújo Lula da Silva, neste sábado (2), Lula subiu no carro da Polícia Federal (PF), que o esperava, e acenou para o povo, que não parava de gritar seu nome. No momento em que ele desceu, o delegado da PF disse a ele: “O senhor sabe que não devia ter feito isso”. Lula, então, o corrigiu: “O senhor sabe que eu devia”, respondeu, de acordo com o Estadão. No acordo feito com a PF, o ex-presidente teria de ficar sem se comunicar com a população que o aguardava do...

Depois de deixar o cemitério, onde participou do velório do neto Arthur Araújo Lula da Silva, neste sábado (2), Lula subiu no carro da Polícia Federal (PF), que o esperava, e acenou para o povo, que não parava de gritar seu nome.

No momento em que ele desceu, o delegado da PF disse a ele: “O senhor sabe que não devia ter feito isso”. Lula, então, o corrigiu: “O senhor sabe que eu devia”, respondeu, de acordo com o Estadão.

No acordo feito com a PF, o ex-presidente teria de ficar sem se comunicar com a população que o aguardava do lado de fora do local onde foi realizada a cerimônia.

Mesmo nesse momento de dor, a orientação era para que ele não falasse com ninguém, além dos amigos próximos e parentes. Mas Lula deu um jeito de responder ao carinho do povo.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum