ASSISTA
07 de dezembro de 2013, 15h50

Lula critica falta de critério da mídia na cobertura de escândalo envolvendo aliado de Aécio Neves

"Essa mesma imprensa, que em nome da moral, fala tanto do Zé Dirceu, esconde o outro lado que estava com 445 quilos de cocaína dentro de um helicóptero", afirmou o ex-presidente

“Essa mesma imprensa, que em nome da moral, fala tanto do Zé Dirceu, esconde o outro lado que estava com 445 quilos de cocaína dentro de um helicóptero”, afirmou o ex-presidente

Por Redação

Lula criticou a imprensa (Foto: Heinrich Aikawa/Instituto Lula)

Usando sua página no Facebook, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou que a mídia tenha o mesmo empenho em apurar os fatos que cercam a apreensão de quase meia tonelada de pasta de coca, na aeronave do deputado estadual Gustavo Perrela (SDD), cuja família é aliada de longa data de Aécio Neves (PSDB), candidato tucano ao Palácio do Planalto. “Essa mesma imprensa, que em nome da moral, fala tanto do Zé Dirceu, esconde o outro lado que estava com 445 quilos de cocaína dentro de um helicóptero”, afirmou o petista.

No dia 23 de novembro, o helicóptero de Perrela foi apreendido pela Polícia Federal com 443 kg de pasta de coca. O piloto Rogério Almeida Antunes era funcionário do deputado Perrella na Assembleia Legislativa desde abril deste ano, e recebia R$ 1.700. O advogado dele, Nicácio Pedro Tiradentes, declarou que seu cliente contava com toda a confiança do parlamentar e não fazia nada sem autorização.

De janeiro deste ano até o mês de outubro, Perrela investiu R$ 14.071 em combustível para o helicóptero, financiados com verba indenizatória do Legislativo mineiro.

A Assembleia Legislativa de Minas deve abrir um procedimento na Comissão de Ética para investigar o caso.