01 de maio de 2018, 09h36

Lula, em carta: “Globo envenena o país”

Crítica à emissora foi feita em mensagem do ex-presidente enviada aos apoiadores sobre o atentado contra o acampamento em Curitiba: "Não sabemos quem atirou contra vocês, mas sabemos que o gatilho foi preparado pelos que disseminam o ódio"

Foto: Ricardo Stuckert

Através de seus advogados, o ex-presidente Lula enviou uma carta aos seus apoiadores em que comenta o atentado contra o acampamento Marisa Letícia, em Curitiba, na madrugada do último sábado (5), que deixou duas pessoas feridas. A mensagem foi lida na noite desta segunda-feira (30) pela presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Confira.

Fiquei indignado com mais esse ataque aos companheiros e companheiras, que lutam pela Justiça em nosso país.

Quero mandar uma braço de solidariedade ao Jefferson, à Márcia, às famílias e aos amigos que sofreram junto com eles. Eu também sofri.

Não sabemos ainda quem atirou contra vocês, mas sabemos que o gatilho foi preparado pelas forças que disseminam o ódio e a violência política em nosso país, as mesmas que provocaram a morte de Marielle e Anderson.

Tenho quase 50 anos de militância política e nunca vi nada semelhante ao que está acontecendo no Brasil, desde que reconstruímos a democracia em 1988.

Diariamente, a Rede Globo envenena o País com mentiras sobre o PT, os companheiros de esquerda e os movimentos sociais e censura as notícias sobre a violência praticada contra nós.

Fiquem sabendo que continuamos junto, resistindo, porque estamos numa causa justa pela democracia, pelos direitos do povo e por um país mais justo.

Um abraço fraterno do companheiro Lula.