AO VIVO
19 de setembro de 2017, 20h21

Lula vira réu em outro processo no mesmo dia em que dispara em pesquisa

Como tem acontecido quase sistematicamente, uma notícia positiva do ex-presidente é sempre acompanhada, na sequência, por mais uma “bomba”. Desta vez, petista vira réu por corrupção passiva na Zelotes  Por Redação* Já há uns bons meses que toda notícia positiva que gira em torno de Lula é abafada, logo na sequência, por uma “bomba” vinda […]

Como tem acontecido quase sistematicamente, uma notícia positiva do ex-presidente é sempre acompanhada, na sequência, por mais uma “bomba”. Desta vez, petista vira réu por corrupção passiva na Zelotes 

Por Redação*

Já há uns bons meses que toda notícia positiva que gira em torno de Lula é abafada, logo na sequência, por uma “bomba” vinda de algum político ou da Justiça brasileira. Assim aconteceu na divulgação das últimas pesquisas de intenção de voto para a presidência em 2018 ou ao longo de sua bem sucedida caravana pelo Nordeste.

Não foi diferente nesta terça-feira (19), que amanheceu com as manchetes de que Lula lidera em todos os cenários de primeiro e segundo turno para presidente, de acordo com a pesquisa CNT. Bastaram algumas horas para que, no final da tarde, a Justiça Federal de Brasília aceitasse denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o petista e contra o ex-ministro Gilberto Carvalho por corrupção passiva em um dos processos da Operação Zelotes.

De acordo com a denúncia, Lula, Carvalho e mais cinco investigados são acusados de beneficiar montadoras de veículos por meio da edição de medidas provisórias. As empresas automobilísticas, segundo os procuradores, teriam prometido R$ 6 milhões a Lula e ao ex-ministro em troca de benefícios para o setor.

A defesa de Lula nega. Em nota, o advogado Cristiano Zanin afirmou que denúncia, como as outras, faz parte da perseguição política que vem sendo praticada contra o ex-presidente.

“A inocência do ex-presidente Lula deverá ser reconhecida também neste processo porque ele não praticou qualquer ilícito. A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal não tem materialidade e deve ser compreendida no contexto de lawfare [guerra jurídica, em tradução livre] que vem sendo praticado contra Lula, usando de processos e procedimentos jurídicos para fins de perseguição política”, diz a nota.

*Com Agência Brasil