Imprensa livre e independente
19 de janeiro de 2016, 17h27

Lutador Wanderlei Silva é desmentido por Lula

"Muita gente chama MMA de vale-tudo. Mas se nem no octógono vale tudo mesmo, nas redes sociais também não pode ser assim. Mentir, por exemplo: não vale!", ironizou o ex-presidente em seu perfil oficial do Facebook ao comentar a postagem do lutador que afirma, entre outras coisas, que o filho de Lula possui um iate, fazendas e aviões; advogados avaliam eventual medida legal contra o atleta

“Muita gente chama MMA de vale-tudo. Mas se nem no octógono vale tudo mesmo, nas redes sociais também não pode ser assim. Mentir, por exemplo: não vale!”, ironizou o ex-presidente em seu perfil oficial do Facebook ao comentar a postagem do lutador que afirma, entre outras coisas, que o filho de Lula possui um iate, fazendas e aviões Por Redação A página oficial do ex-presidente Lula no Facebook divulgou, na tarde desta terça-feira (18), um texto em que ironiza e desmente as informações divulgadas pelo lutador de MMA Wanderlei Silva, também via Facebook. Em postagem feita na última segunda-feira (17),...

“Muita gente chama MMA de vale-tudo. Mas se nem no octógono vale tudo mesmo, nas redes sociais também não pode ser assim. Mentir, por exemplo: não vale!”, ironizou o ex-presidente em seu perfil oficial do Facebook ao comentar a postagem do lutador que afirma, entre outras coisas, que o filho de Lula possui um iate, fazendas e aviões

Por Redação

A página oficial do ex-presidente Lula no Facebook divulgou, na tarde desta terça-feira (18), um texto em que ironiza e desmente as informações divulgadas pelo lutador de MMA Wanderlei Silva, também via Facebook. Em postagem feita na última segunda-feira (17), o atleta compartilhou uma imagem falsa que sugere que “o filho de Lula” estivesse abastecendo um iate e, na legenda, questiona “de onde vem todo o dinheiro” para que ele tivesse “iates, aviões e fazendas”.

“Estamos falando somente de um barco , sem falar aviões, fazendas e tudo mais , de onde veio tudo isso?”, questionou o lutador.

Nao quero nem criticar , quero somente saber de onde veio tanto dinheiro, pois antes do seu pai se tornar presidente…

Posted by Wanderlei Silva on Monday, 18 January 2016

Como resposta, a página oficial de Lula publicou um texto em que contesta e ironiza a postagem do lutador.

“Muita gente chama MMA de vale-tudo. Mas se nem no octógono vale tudo mesmo, nas redes sociais também não pode ser assim. Mentir, por exemplo: não vale! Por isso, lamentamos que o lutador Wanderlei Silva, que é exemplo para tantos brasileiros, não se preocupe em usar seu canal no Facebook para compartilhar calúnias contra Lula e sua família”, escreveu.

A equipe de Lula ressaltou ainda que os advogados da família já estudam medidas legais que possam ser aplicadas contra o lutador.

Essa não é a primeira vez que Wanderlei Silva divulga informações equivocadas em suas redes sociais. Em outubro do ano passado, chamou atenção uma postagem que fez criticando Dilma por um atraso em uma obra em Goiás que era de responsabilidade do governador do estado, o tucano Marconi Perillo.

Confira a íntegra da nota:

Muita gente chama MMA de vale-tudo. Mas se nem no octógono vale tudo mesmo, nas redes sociais também não pode ser assim. Mentir, por exemplo: não vale!

Por isso, lamentamos que o lutador Wanderlei Silva, que é exemplo para tantos brasileiros, não se preocupe em usar seu canal no Facebook para compartilhar calúnias contra Lula e sua família.

Mas já que ele não verifica a veracidade do que publica em sua página, vamos repetir: os filhos de Lula não têm iate, fazendas ou aviões; não são donos da Friboi ou de outras grandes corporações, entre outras sandices repetidas à exaustão por quem não tem compromisso com a verdade.

Em tempo, a publicação de Wanderlei Silva já foi remetida aos advogados da família do ex-presidente, que avaliarão as eventuais medidas legais cabíveis.

Foto: Reprodução/UFC

Veja também:  Movimento de Teatro de Grupo de SP lança abaixo-assinado contra paralisação de fomento

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum