03 de outubro de 2018, 22h02

Maia estaciona, Bolsonaro e Lindbergh crescem para o Senado do Rio, aponta Ibope

César Maia se mantém em primeiro, com 27%, seguido de perto por Flávio Bolsonaro, com 26%, e Lindbergh Farias, com 22%

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Na pesquisa Ibope para o Senado do Rio de Janeiro, divulgada nesta quarta-feira (3), o atual líder César Maia (DEM) estacionou em 27%, mesma porcentagem do levantamento anterior. Seus principais adversários subiram. Flávio Bolsonaro (PSL) subiu de 22% para 26%, enquanto Lindbergh Farias (PT) avançou de 19% para 22% e está empatado tecnicamente com o Bolsonaro.

Porcentagens de todos os candidatos: César Maia (DEM): 27%; Flávio Bolsonaro (PSL): 26%; Lindbergh Farias (PT): 22%; Chico Alencar (PSOL): 11%; Miro Teixeira (REDE): 10%; Arolde Oliveira (PSD): 9%; Pastor Everaldo (PSC): 7%; Cyro Garcia (PSTU): 6%; Aspásia (PSDB): 5%; Senador Eduardo Lopes (PRB): 4%; Jose Bonifácio (PDT): 4%.

Demais: Mattos Nascimento (PRTB): 3%; Fernando Fagundes Ribeiro (PCO): 1%; Marta Barçante (PCB): 1%; Samantha Guedes (PSTU): 1%; Gabrielle Burcci (PMB): 1%; Walter Cristie (Patriota): 0%; Branco/Nulo – Vaga 1: 16%; Branco/Nulo – Vaga 2: 25%; Não sabe/Não respondeu: 21%.

A margem de erro da pesquisa Ibope é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O instituto ouviu 2002 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais e as entrevistas foram realizadas entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro.

Com informações do G1