Imprensa livre e independente
21 de fevereiro de 2018, 12h24

Maia: “Temer sugeriu mais um imposto para financiar segurança pública”

Presidente da Câmara lembrou ao emedebista que a iniciativa é inviável, pois o decreto de intervenção inviabiliza proposta de emenda à Constituição

Michel Temer sugeriu a criação de um tributo exclusivo para financiar a segurança pública, mas Rodrigo Maia disse que não era possível – Foto: Marcos Corrêa/PR/Fotos Públicas Michel Temer sugeriu a criação de mais um imposto exclusivo, agora para financiar a segurança pública. A proposta foi levada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A conversa entre eles, segundo informações do blog de Andréia Sadi no G1, ocorreu no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro. “O presidente disse: ‘Rodrigo, que tal pensarmos em um imposto só para a segurança pública?’. Eu disse: presidente, é inviável. O decreto inviabiliza proposta de emenda...

Michel Temer sugeriu a criação de um tributo exclusivo para financiar a segurança pública, mas Rodrigo Maia disse que não era possível – Foto: Marcos Corrêa/PR/Fotos Públicas

Michel Temer sugeriu a criação de mais um imposto exclusivo, agora para financiar a segurança pública. A proposta foi levada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A conversa entre eles, segundo informações do blog de Andréia Sadi no G1, ocorreu no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro. “O presidente disse: ‘Rodrigo, que tal pensarmos em um imposto só para a segurança pública?’. Eu disse: presidente, é inviável. O decreto inviabiliza proposta de emenda à Constituição”.

Maia afirmou ser contra aumentar impostos e disse que, se o governo quiser, terá de fazer por decisão do Executivo, sem passar pelo Legislativo. “O governo que corte ministérios e reduza despesas públicas. Querem dinheiro para financiar o caos na segurança pública, mas não sabem o que fazer. Eles têm, por exemplo, dentro do IOF espaço para mexer em alíquota. Só estou dando um exemplo. Porque não é no Congresso que eles vão resolver isso, é uma decisão do Executivo”, concluiu o presidente da Câmara.

Veja também:  Em mais um recuo, Bolsonaro mantém evento da ONU sobre mudanças climáticas no Brasil

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum