Imprensa livre e independente
07 de setembro de 2014, 18h39

Mais de 90 transexuais poderão usar nome social no Enem 2014

Transexuais também terão a opção de usar banheiro feminino ou masculino, como desejarem.

Transexuais também terão a opção de usar banheiro feminino ou masculino, como desejarem Por Redação A edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá 95 candidatos e candidatas transexuais com autorização para usarem seu nome social na prova, segundo informou o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em um formulário específico, o Instituto disponibilizou as opções de nome social, qual o tratamento a ser dado pelos fiscais e se vão querer usar o banheiro masculino ou feminino. O movimento LBGT celebrou a medida, que é inédita em 15 anos de Enem. A mudança na...

Transexuais também terão a opção de usar banheiro feminino ou masculino, como desejarem

Por Redação

A edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá 95 candidatos e candidatas transexuais com autorização para usarem seu nome social na prova, segundo informou o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em um formulário específico, o Instituto disponibilizou as opções de nome social, qual o tratamento a ser dado pelos fiscais e se vão querer usar o banheiro masculino ou feminino.

O movimento LBGT celebrou a medida, que é inédita em 15 anos de Enem. A mudança na política do exame aconteceu depois que diversos candidatos e candidatas ‘trans’ reclamaram de episódios de constrangimento por não se identificarem com a foto e o nome referentes aos documentos oficiais.

O Enem é um dos meios utilizados para o estudante disputar uma vaga em uma universidade federal, bolsas de estudo parciais ou integrais em universidades particulares por meio do Prouni, bolsas de intercâmbio pelo Ciência sem Fronteiras e para universitários que querem financiar um curso superior pago por meio do Fies.

Veja também:  Escândalo: Câmara vai convocar Inep para falar sobre pedido de dados sigilosos de estudantes

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum