Segunda Tela

05 de janeiro de 2017, 16h35

Manifestantes marcam “punhetaço” contra projeto de lei antimasturbação

Protesto defende liberdade sexual e critica proposta do deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP)

Por Redação

Manifestantes resolveram organizar um protesto bem-humorado contra o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM/SP), que apresentou um projeto à Câmara sugerindo que as operadoras telefônicas criem uma maneira de vetar conteúdos de sexo virtual, prostituição e sites pornográficos. Segundo ele, há “viciados em conteúdo pornô e na masturbação” e os jovens estão mais susceptíveis a desenvolver esse tipo de dependência.

Veja a seguir o texto publicado na página do evento, marcado para o próximo dia 22 na Avenida Paulista, em São Paulo.

O deputado federal Marcelo Aguiar (DEM/SP) apresentou um projeto à Câmara propondo que as operadoras telefônicas criem uma maneira de vetar “conteúdos de sexo virtual, prostituição e sites pornográficos”.

Isso fere a liberdade individual e como nós aprendemos com nossas co-irmãs feministas (sem elas não existiríamos) vamos fazer um protesto, com masturbação coletiva contra este absurdo.

Sugiro um pacto de união com nossas co-irmãs feministas – Depiladas ou Peludas – em defesa de nossa liberdade.

Vale lembrar que o deputado e PASTOR, já engravidou a amante e fez sucesso com música sertaneja de cunho sexual

Fontes abaixo:

https://noticias.gospelmais.com.br/marcelo-aguiar-acusado-relacionamento-extraconjugal-71690.html

http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/um-deputado-na-cruzada-contra-masturbacao.html

http://extra.globo.com/noticias/brasil/deputado-de-projeto-antimasturbacao-bombou-com-musica-sertaneja-sobre-sexo-20728020.html

Veja também:  Em defesa de Bolsonaro, cantor sertanejo diz que Chico Buarque já roubou muitas letras de outros e precisa se explicar

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum