Imprensa livre e independente
12 de outubro de 2017, 11h20

Márcia Tiburi: “Reacionários não gostam de artes, porque não gostam de questionamentos”

Em vídeo, a filósofa explica de forma didática por que há uma onda de violência contra as artes no Brasil

Em vídeo, a filósofa explica de forma didática por que há uma onda de violência contra as artes no Brasil Da Redação A filósofa Márcia Tiburi, autora de diversos livros, gravou um vídeo sobre os últimos ataques que as artes vêm sofrendo no país, com exposições sendo suspensas. “Há uma onda de violência contra as artes, que nunca fizeram mal a ninguém, ao contrário, arte é algo que faz bem às pessoas porque melhora a sensibilidade, a inteligência e, desse modo, o agir no mundo”, explica. “A arte realiza a verdadeira liberdade das pessoas. Emancipa cada pessoa do jugo do moralismo...

Em vídeo, a filósofa explica de forma didática por que há uma onda de violência contra as artes no Brasil

Da Redação

A filósofa Márcia Tiburi, autora de diversos livros, gravou um vídeo sobre os últimos ataques que as artes vêm sofrendo no país, com exposições sendo suspensas. “Há uma onda de violência contra as artes, que nunca fizeram mal a ninguém, ao contrário, arte é algo que faz bem às pessoas porque melhora a sensibilidade, a inteligência e, desse modo, o agir no mundo”, explica. “A arte realiza a verdadeira liberdade das pessoas. Emancipa cada pessoa do jugo do moralismo e de toda forma de preconceito. As obras de arte são bases de dados de conhecimento concentrado, são fogos de artificio de sensibilidade. São convites para parar para pensar”, continua. Por isso, de acordo com seu raciocínio, “reacionários não gostam de artes, porque não gostam de questionamentos”.

Segundo ela, “a postura que muitas pessoas vêm tendo em relação às artes não é apenas a falta de conhecimento, é uma postura antiética e imoral”. Quando os deputados do Mato Grosso do Sul pressionaram para o confisco da obra da exposição “Cadafalso”, da artista Alessandra Cunha, em Campo Grande, foi um delírio, que lembra a inquisição. “O delírio de uns prejudicou outros até a morte.”

Veja também:  Secretário de Meio Ambiente de Minas afirma que paredão de mina da Vale vai desabar

Márcia observa ainda que talvez o problema político no Brasil hoje também seja psiquiátrico e deixa um recado: “Vamos melhorar as fontes das quais nos informamos? A televisão e as redes sociais estão vendendo opiniões bem baratas junto com movimentos que brincam com a nossa ingenuidade”.

Assista ao vídeo e compartilhe.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum