07 de outubro de 2018, 14h19

Márcio França: “Bolsonaro não terá meu apoio nem meu voto”

"Olhe meu passado. Sou fundador do PSB meu único partido na vivida inteira", escreveu França

Foto: Reprodução
O governador de São Paulo e candidato à reeleição, Márcio França (PSB), afirmou neste domingo (7) que, ao contrário de sua vice, a coronel Eliane Nikoluk (PR), não apoiaria Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno nem votaria nele. Nikoluk admitiu voto em Bolsonaro “para fazer frente ao PT”. O governador fez as afirmações em uma rede social, em resposta a seguidores que o interpelavam sobre sua posição. “Ele [Bolsonaro] não terá meu apoio nem meu voto. Olhe meu passado. Sou fundador do PSB meu único partido na vivida inteira”, escreveu França. Ibope Pesquisa Ibope para o governo de São Paulo...

O governador de São Paulo e candidato à reeleição, Márcio França (PSB), afirmou neste domingo (7) que, ao contrário de sua vice, a coronel Eliane Nikoluk (PR), não apoiaria Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno nem votaria nele.

Nikoluk admitiu voto em Bolsonaro “para fazer frente ao PT”.

O governador fez as afirmações em uma rede social, em resposta a seguidores que o interpelavam sobre sua posição.

“Ele [Bolsonaro] não terá meu apoio nem meu voto. Olhe meu passado. Sou fundador do PSB meu único partido na vivida inteira”, escreveu França.

Ibope

Pesquisa Ibope para o governo de São Paulo divulgada na noite deste sábado (6) aponta empate técnico entre João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB). Considerando os votos válidos, isto é, sem os brancos e nulos, o tucano registra 32% das intenções contra 30% do emedebista. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Marcio França aparece em terceiro lugar com 18%. Ele é seguido por Luiz Marinho (PT), que tem 8%.

Com informações da Folha


#tags