Imprensa livre e independente
30 de agosto de 2017, 08h45

Marco Aurélio sobre Gilmar Mendes: “Em relação a esse rapaz não falo”

Ontem, Cármen Lúcia pediu para Gilmar Mendes se manifestar sobre os pedidos de Janot.

Ontem, Cármen Lúcia pediu para Gilmar Mendes se manifestar sobre os pedidos de Janot. Da Redação* O Globo informa que o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), não quis comentar nesta terça-feira a possibilidade de a presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, levar para julgamento em plenário o pedido de impedimento contra Gilmar Mendes. Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entrou com ação pedindo para que Gilmar não atue em processos dos empresários Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira, investigados na Operação Ponto Final. Segundo Janot, Gilmar não teria isenção para atuar no caso...

Ontem, Cármen Lúcia pediu para Gilmar Mendes se manifestar sobre os pedidos de Janot.

Da Redação*

O Globo informa que o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), não quis comentar nesta terça-feira a possibilidade de a presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, levar para julgamento em plenário o pedido de impedimento contra Gilmar Mendes. Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entrou com ação pedindo para que Gilmar não atue em processos dos empresários Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira, investigados na Operação Ponto Final. Segundo Janot, Gilmar não teria isenção para atuar no caso porque tem proximidade com ambos.

— Não falo sobre isso, não. Em relação a esse rapaz, não falo — disse Marco Aurélio.

O ministro Alexandre de Moraes, por sua vez, minimizou a possibilidade de Cármen Lúcia levar o processo ao plenário. Disse que é o procedimento normal. O ministro também lembrou que existem inclusive ações de impedimento contra ele mesmo, mas que ainda não foram julgadas.

Veja também:  Cartas do Pai: “Desarme-se!”

— Esse é o procedimento normal para todos os casos. Ela ouve (o ministro) e depois decide. Até agora, está o procedimento normal. A hora que chegar, a gente analisa — disse Moraes.

Ontem, Cármen Lúcia pediu para Gilmar Mendes se manifestar sobre os pedidos de Janot. Segundo o procurador-geral, em 2013 o ministro foi padrinho de casamento de Beatriz Barata, filha de Jacob Barata Filho, com Francisco Feitosa Filho. O noivo era sobrinho de Guiomar Mendes, casada com Gilmar.

Ainda segundo o Ministério Público, Jacob Barata Filho integra os quadros da sociedade Autoviação Metropolitana Ltda, ao lado, entre outros sócios, da FF Agropecuária e Empreendimentos S/A, administrada por Francisco Feitosa de Albuquerque Lima, cunhado de Gilmar. Janot também aponta que o escritório do advogado Sérgio Bermudes, onde Guiomar trabalha, atuado em processos na Operação Ponto Final, inclusive em ações de interesse de Barata Filho e Lélis Teixeira.

*Com informações do Globo

Foto: Lula Marques/Agência PT

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum