23 de abril de 2018, 09h25

Marcos Valério fala à Folha e diz que mensalão foi invenção da imprensa

Valério disse ainda que “não faz bem para o país Lula preso”

A repórter Eliane Trindade, da Folha, entrevistou o ex-publicitário Marcos Valério, pivô do chamado escândalo do “Mensalão”, onde cumpre regime fechado na Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) de Sete Lagoas (MG). Entre outras revelações, Valério disse que o “Mensalão” foi “invenção da imprensa para vender jornal, mas nunca foi Mensalão”. A seguir, disse que não poderia entrar em detalhes por conta das delações que está negociando. Valério dá aulas de pinturas aos companheiros de regime fechado e pinta telas que enfeitam a sala da administração do presídio. Fazia dez anos que não dava entrevistas. Com relação à prisão...

A repórter Eliane Trindade, da Folha, entrevistou o ex-publicitário Marcos Valério, pivô do chamado escândalo do “Mensalão”, onde cumpre regime fechado na Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) de Sete Lagoas (MG). Entre outras revelações, Valério disse que o “Mensalão” foi “invenção da imprensa para vender jornal, mas nunca foi Mensalão”. A seguir, disse que não poderia entrar em detalhes por conta das delações que está negociando.

Valério dá aulas de pinturas aos companheiros de regime fechado e pinta telas que enfeitam a sala da administração do presídio. Fazia dez anos que não dava entrevistas.

Com relação à prisão de Lula, Valério disse que fica triste “pelos familiares e também pelo transformador que Lula foi. “Um ícone, né? Eu fico triste. Não faz bem para o país Lula preso.”

Leia a entrevista completa aqui.