Imprensa livre e independente
08 de agosto de 2018, 12h50

Marina Silva defende veto à participação de Haddad em debate da Band

Candidata à presidência da República pela Rede não quer a participação do petista no debate: “Vai ter o momento das sabatinas com os vices”, afirma

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil Marina Silva, candidata à presidência da República pela Rede, além de concordar com a justiça, que indeferiu solicitação do PT para que Lula participasse do debate do Band, que acontecerá nesta quinta-feira (9), ela também defende o veto a Fernando Haddad, de acordo com reportagem de Leonardo Martins, do UOL. Segundo ela, permitir a presença do ex-prefeito de São Paulo seria questão de “dois pesos e duas medidas”. “Nós temos um candidato que está impedido por determinações legais, temos um vice, e pelas regras quem vai participar (dos debates), nesse momento, são os candidatos titulares. Vai...

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Marina Silva, candidata à presidência da República pela Rede, além de concordar com a justiça, que indeferiu solicitação do PT para que Lula participasse do debate do Band, que acontecerá nesta quinta-feira (9), ela também defende o veto a Fernando Haddad, de acordo com reportagem de Leonardo Martins, do UOL. Segundo ela, permitir a presença do ex-prefeito de São Paulo seria questão de “dois pesos e duas medidas”.

“Nós temos um candidato que está impedido por determinações legais, temos um vice, e pelas regras quem vai participar (dos debates), nesse momento, são os candidatos titulares. Vai ter o momento das sabatinas com os vices. Senão você cria uma situação de dois pesos e duas medidas”, disse ela.

A solicitação para que um representante de Lula participasse do debate foi feito pelo PT na segunda-feira (6), no mesmo momento em que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) vetou a presença do ex-presidente. Marina disse que a falta de um representante do PT nos debates “é uma decisão própria do PT de manter um candidato que está impedido em Função da lei da Ficha Limpa”.

Veja também:  Em artigo, Tabata Amaral fala em renúncia ou impeachment de Bolsonaro como saídas para a crise

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum