Seja Sócio Fórum
27 de agosto de 2018, 08h03

Marqueteiro de Doria diz que seu principal adversário é Márcio França

França tem espaço para crescer usando o que deu certo nos governos tucanos, mas não carrega a estafa de material do PSDB, que está há 24 anos no poder

Márcio França. Foto: Divulgação
O publicitário Nelson Biondi, de 75 anos, que liderou a comunicação de Geraldo Alckmin (PSDB) na sua reeleição ao governo em 2014, assumiu o mesmo cargo no comitê do ex-prefeito João Doria (PSDB) para o Palácio dos Bandeirantes. Em entrevista ao jornalista Pedro Venceslau publicada no Estadão desta segunda-feira (27), o marqueteiro revelou que o principal adversário de Doria é Márcio França (PSB). “O Márcio disputa no mesmo campo que o nosso. Ele vai se apropriar de 24 anos de governos do PSDB, vai dizer que passou pela crise, que as obras continuaram e que hoje as contas estão no azul”, avalia Biondi....

O publicitário Nelson Biondi, de 75 anos, que liderou a comunicação de Geraldo Alckmin (PSDB) na sua reeleição ao governo em 2014, assumiu o mesmo cargo no comitê do ex-prefeito João Doria (PSDB) para o Palácio dos Bandeirantes. Em entrevista ao jornalista Pedro Venceslau publicada no Estadão desta segunda-feira (27), o marqueteiro revelou que o principal adversário de Doria é Márcio França (PSB).

“O Márcio disputa no mesmo campo que o nosso. Ele vai se apropriar de 24 anos de governos do PSDB, vai dizer que passou pela crise, que as obras continuaram e que hoje as contas estão no azul”, avalia Biondi.

O raciocínio é simples: França tem espaço para crescer usando o que deu certo nos governos tucanos, mas não carrega a estafa de material do PSDB, que está há 24 anos no poder.

“Skaf tem um teto que nós sabemos qual é. Não vai passar de 22%. Não vai subir”, avalia Gomes. Caso o cenário torne inevitável um embate direto entre Doria e o emedebista, a dupla já tem no gatilho uma “bola de ferro” para amarrar no pé do adversário: o selo de candidato do presidente Michel Temer (MDB), “o mais impopular da história”.

Leia a entrevista completa no Estadão

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum