Seja Sócio Fórum
19 de janeiro de 2017, 09h26

Meirelles insiste em Davos que a crise é herdada e contradiz FMI quanto ao PIB

Em entrevista informal, em Davos, na Suiça, onde participa do Fórum Econômico Mundial, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que está no poder há nove meses, diz que a crise é herdada.

Em entrevista informal, em Davos, na Suiça, onde participa do Fórum Econômico Mundial, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que está no poder há nove meses, diz que a crise é herdada. Da Redação com Informações da EBC “O que nós estamos dizendo é a verdade. É uma crise que herdamos, não construímos, é uma recessão profunda, é inaceitável, e estamos fazendo tudo que é necessário para que esta recessão se encerre o mais rápido possível”, disse ao comentar o desemprego. Quanto às previsões para o crescimento da economia brasileira neste ano de 2017 ( Produto Interno Burto – PIB) o ministro não aceitou a previsão...

Em entrevista informal, em Davos, na Suiça, onde participa do Fórum Econômico Mundial, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que está no poder há nove meses, diz que a crise é herdada.

Da Redação com Informações da EBC

“O que nós estamos dizendo é a verdade. É uma crise que herdamos, não construímos, é uma recessão profunda, é inaceitável, e estamos fazendo tudo que é necessário para que esta recessão se encerre o mais rápido possível”, disse ao comentar o desemprego.

Quanto às previsões para o crescimento da economia brasileira neste ano de 2017 ( Produto Interno Burto – PIB) o ministro não aceitou a previsão divulgada pelo Fundo Monetário Internacional – FMI,  de apenas 0,2%.  Disse ainda que o governo pretende anunciar a revisão da última, que foi de 1%, mas não disse quando e nem quanto vai ser.

De acordo com os especialistas do mercado financeiro, ouvidos pelo Banco Central toda semana, a previsão é de 0,55%. A mesma coisa divulgou o Banco Mundial, ao analisar o comportamento da economia na América Latina, neste ano.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum