#FÓRUMCAST
10 de julho de 2018, 09h29

Michelle Bachelet lidera petição em defesa da candidatura de Lula

Bachelet estará no Brasil no próximo dia 24 de julho e deve aproveitar a ocasião para visitar o ex-presidente Lula na prisão, em Curitiba

(Foto: Ricardo Stuckert / Presidência)

Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile, lidera uma petição em defesa da candidatura do ex-presidente Lula, preso político há três meses, ao Palácio do Planalto em 2018.

De acordo com o jornal chileno La Segunda, a carta é assinada por 43 personalidades de esquerda e será enviada ao Poder Judiciário brasileiro em que pedem para que o líder do PT saia candidato em 2018.

“Consideramos que uma eleição presidencial sem Lula como candidato poderia ter sérias impugnações de legitimidade e aprofundaria ainda mais a crise política que o Brasil tem que superar”, diz trecho do documento.

Bachelet estará o Brasil no próximo dia 24 de julho para participar da abertura do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Na ocasião, a ex-presidente chilena, tentará visitar o ex-presidente Lula na prisão, em Curitiba.

Em abril desse ano, Bachelet saiu em defesa do Lula e pediu respeito à soberania das urnas e do voto popular: