Imprensa livre e independente
25 de agosto de 2018, 08h57

Miguel do Rosário: Reinaldo Azevedo, bem-vindo ao deserto da realidade!

O blogueiro/colunista Reinaldo Azevedo, durante anos o mais feroz crítico dos governos do PT, tomou a pílula vermelha do garantismo constitucional, e se tornou uma das vozes na mídia que mais combatem o banditismo jurídico

Foto: Reprodução/YouTube Por Miguel do Rosário* É uma das cenas mais emblemáticas de Matrix. Um dos líderes da resistência, Morpheus, interpretado por um severo Laurence Fishburne, pergunta a Neo (Keanu Reeves), ainda assustado com as novidades: você quer provar a pílula azul, que o fará voltar para sua vida normal, sem lembrar de nada, ou a vermelha, que o fará ver o mundo como jamais imaginou? Neo não hesita: pega a pílula vermelha na palma da mão de Morpheus, e a engole. E aí, quando a consciência de Neo se expande, e ele começa a ver o mundo como ele...

Foto: Reprodução/YouTube

Por Miguel do Rosário*

É uma das cenas mais emblemáticas de Matrix. Um dos líderes da resistência, Morpheus, interpretado por um severo Laurence Fishburne, pergunta a Neo (Keanu Reeves), ainda assustado com as novidades: você quer provar a pílula azul, que o fará voltar para sua vida normal, sem lembrar de nada, ou a vermelha, que o fará ver o mundo como jamais imaginou? Neo não hesita: pega a pílula vermelha na palma da mão de Morpheus, e a engole.

E aí, quando a consciência de Neo se expande, e ele começa a ver o mundo como ele é de fato, Morpheus o saúda:

– Bem-vindo ao deserto da realidade!

O blogueiro/colunista Reinaldo Azevedo, durante anos o mais feroz crítico dos governos do PT, o inventor da infame expressão petralha, e que ajudou a intoxicar a opinião pública com esse antipetismo virulento que, mais tarde, se tornaria uma gravíssima psicopatologia social, adquirindo ares de fascismo, tomou a pílula vermelha do garantismo constitucional, e se tornou uma das vozes na mídia que mais combatem o banditismo jurídico.

Veja também:  Repreendido mais uma vez por Paulo Guedes, Bolsonaro minimiza manifestações do dia 26

Os argumentos de Azevedo são os mesmos que este Cafezinho vem usando desde nossas primeiras críticas ao julgamento do mensalão, intensificadas a partir de 2012/13, quando os savoranolas de uma burocracia jurídica corrompida e avassalada pela mídia, começaram a rasgar a Constituição.

Demorou muito. O Brasil teve que experimentar um golpe de Estado, o suicídio de um reitor de universidade federal, a prisão ilegal da maior liderança popular do país, para que Reinaldo Azevedo entendesse as consequências trágicas de um regime que, a pretexto de combater o “inimigo político”, apela à barbárie e à violência judicial.

Mas antes tarde do que nunca.

O artigo de Reinaldo Azevedo tem presença na capa do site da Folha desta sexta-feira.

É mais um sinal da derrota intelectual e moral do golpe e da Lava Jato: e que está prestes a se tornar também uma derrota política.

*Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum