Imprensa livre e independente
15 de maio de 2019, 19h35

Milhares de pessoas tomam conta das ruas do Rio de Janeiro contra cortes na educação. VÍDEO

Todas as pistas da Avenida Presidente Vargas, uma das principais da cidade, foram tomadas por manifestantes contra o bloqueio de verbas na educação

Fotos Reprodução
As ruas do Rio de Janeiro foram tomadas por milhares de pessoas, nesta quarta-feira (15), que protestam contra os cortes na educação promovidos por Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. Com cartazes e gritos de ordem, os manifestantes se concentraram na Candelária desde às 15 horas, e seguiram em passeata, por volta das 17h50, para a Central do Brasil, passando por várias ruas e avenidas da cidade. O protesto reúne universitários, alunos do Ensino Médio, pais, docentes, entre outros. Todas as pistas da Avenida Presidente Vargas foram tomadas por estudantes. A capital registrou, ainda, protestos no Colégio...

As ruas do Rio de Janeiro foram tomadas por milhares de pessoas, nesta quarta-feira (15), que protestam contra os cortes na educação promovidos por Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Com cartazes e gritos de ordem, os manifestantes se concentraram na Candelária desde às 15 horas, e seguiram em passeata, por volta das 17h50, para a Central do Brasil, passando por várias ruas e avenidas da cidade.

O protesto reúne universitários, alunos do Ensino Médio, pais, docentes, entre outros.

Todas as pistas da Avenida Presidente Vargas foram tomadas por estudantes. A capital registrou, ainda, protestos no Colégio Pedro II, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo) e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Também houve atos em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo.

Assistam ao vídeo da manifestação na Avenida Presidente Vargas:

Veja também:  Cervejaria brinca com mentira de Witzel: “À venda nos botequins de Harvard”

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum