26 de janeiro de 2016, 11h26

Militante ataca Prefeitura e pode ter de pagar R$ 100 mil de indenização

Ontem (25), o comerciante Luciano Cordeiro Bonfim, líder de manifestações contra o PT, atacou a sede da prefeitura de Teixeira de Freitas (BA). Ele foi autuado em flagrante ao jogar um balde de fezes no local, além de destruir móveis e equipamentos eletrônicos; uma funcionária grávida passou mal.

Ontem (25), o comerciante Luciano Cordeiro Bonfim, líder de manifestações contra o PT, atacou a sede da prefeitura de Teixeira de Freitas (BA). Ele foi autuado em flagrante ao jogar um balde de fezes no local, além de destruir móveis e equipamentos eletrônicos; uma funcionária grávida passou mal 

Por Redação*

ataque ba 3Ontem (25), a sede da Prefeitura de Teixeira de Freitas, na Bahia, foi depredada, tendo mesas, cadeiras e equipamentos eletrônicos danificados. O autor do ataque foi identificado como Luciano Cordeiro Bonfim, dono de um restaurante no centro da cidade. Ele acabou autuado em flagrante e precisou pagar uma fiança de R$ 5 mil para ser colocado em liberdade. Agora, deverá arcar com uma indenização no valor de R$ 100 mil por danos ao patrimônio público.

As motivações políticas do ato estão sendo investigadas, já que Bonfim esteve na linha de frente dos últimos protestos ocorridos na região, inclusive passeatas contra o ex-presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores – legenda da qual o prefeito João Bosco faz parte. O comerciante ainda tentou justificar a ação à polícia, que, segundo ele, teria sido um protesto contra o esgoto entupido em frente ao seu restaurante.

Além dos prejuízos materiais, uma funcionária da prefeitura, que está grávida, passou mal e teve de ser levada ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas após Bonfim jogar um balde com esgoto e fezes humanas no local.

* Com fotos e informações do portal Teixeira News