Imprensa livre e independente
20 de abril de 2019, 19h24

Ministério da Agricultura quer fim da lista de animais aquáticos ameaçados de extinção

O Ministério da Agricultura enviou uma nota técnica ao Ministério do Meio Ambiente pedindo a suspensão da lista com mais de 400 espécies de animais aquáticos ameaçados de extinção que proíbe a pesca dessas espécies; argumento é que a lista geraria prejuízos econômicos

Reprodução/fihbase.org
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) enviou uma nota técnica ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) pedindo a suspensão de uma lista com mais de 400 espécies aquáticas ameaçadas de extinção. As informações são da Folha de S. Paulo. De acordo com o jornal, que teve acesso ao documento publicado no ano passado, a lista identifica em diferentes graus de risco (vulneráveis, em perigo e criticamente em perigo) e proíbe captura, transporte, armazenamento, guarda, manejo, beneficiamento e comercialização dos animais listados. O argumento do Ministério da Agricultura é que a lista teve “repercussão negativa” no setor pesqueiro e que...

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) enviou uma nota técnica ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) pedindo a suspensão de uma lista com mais de 400 espécies aquáticas ameaçadas de extinção. As informações são da Folha de S. Paulo.

De acordo com o jornal, que teve acesso ao documento publicado no ano passado, a lista identifica em diferentes graus de risco (vulneráveis, em perigo e criticamente em perigo) e proíbe captura, transporte, armazenamento, guarda, manejo, beneficiamento e comercialização dos animais listados.

O argumento do Ministério da Agricultura é que a lista teve “repercussão negativa” no setor pesqueiro e que traria prejuízos econômicos.

“O Brasil deve se orientar pelos seus próprios critérios para definição e adoção das políticas públicas que afetarão a fauna e a todos os brasileiros e não por critérios de ONGs internacionais”, diz a nota técnica, assinada or Jorge Seif Júnior, secretário de aquicultura e pesca do ministério.

Publicada desde 2014, a lista segue a metodologia da UICN (União Internacional para Conservação da Natureza), entidade internacional respeitada mundialmente composta por governos, agências governamentais e ONGs.

Veja também:  Valor da conta de luz vai subir em até 50% no Brasil inteiro

O Ministério do Meio Ambiente ainda não se manifestou sobre o pedido.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum