Seja Sócio Fórum
25 de março de 2019, 06h18

Ministro de Bolsonaro, general Santos Cruz escancara guerra entre militares e Olavo: Desequilibrado

“Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”, criticou o ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz

General Santos Cruz e Olavo de Carvalho, no jantar com Bolsonaro (Reprodução)
A guerra entre militares e doutrinados por Olavo de Carvalho dentro do governo Jair Bolsonaro (PSL) está aberta e o racha entre os grupos se amplia a cada dia. Em reportagem de Thais Bilenky, na edição desta segunda-feira (25) da Folha de S.Paulo, o ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, escancarou a queda de braço com olavistas e critiou o astrológo, considerado filósofo e guro ideológico pelo clã Bolsonaro. “Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”, criticou o ministro. Na viagem que fez aos Estados Unidos,...

A guerra entre militares e doutrinados por Olavo de Carvalho dentro do governo Jair Bolsonaro (PSL) está aberta e o racha entre os grupos se amplia a cada dia.

Em reportagem de Thais Bilenky, na edição desta segunda-feira (25) da Folha de S.Paulo, o ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, escancarou a queda de braço com olavistas e critiou o astrológo, considerado filósofo e guro ideológico pelo clã Bolsonaro.

“Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”, criticou o ministro.

Na viagem que fez aos Estados Unidos, Bolsonaro sentou-se ao lado de Olavo em um jantar na residência oficial do embaixador Sergio Amaral e o homenageou ao discursar.

“Um dos grandes inspiradores meus está aqui à minha direita, o professor Olavo de Carvalho, inspirador de muitos jovens no Brasil. Em grande parte devemos a ele a revolução que estamos vivendo”, declarou.

Na ocasião, Olavo aproveitou-se para lançar críticas à “mentalidade golpista” do governo, referindo-se principalmente à sua insatisfação com o vice-presidente, general Hamilton Mourão, classificado pelo guru como “idiota” e “estúpido”.

Olavo afirmou que Bolsonaro está de “mãos amarradas”, que militares de seu governo têm “mentalidade golpista”, “são um bando de cagões” e que, se nada mudar, o governo acaba em seis meses.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum