Imprensa livre e independente
16 de setembro de 2016, 12h03

Ministro do STF autoriza investigação de Feliciano por tentativa de estupro

Edson Fachin determinou a abertura de inquérito para apurar as acusações da estudante Patrícia Lélis contra o deputado.

Edson Fachin determinou a abertura de inquérito para apurar as acusações da estudante Patrícia Lélis contra o deputado  Por Redação Na última terça-feira (13), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou que o inquérito contra o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) seja aberto e investigado pela Procuradoria-Geral da República. Feliciano é acusado de tentativa de estupro contra a estudante de Jornalismo Patrícia Lélis. Em agosto, a jovem depôs para a Polícia Civil do Distrito Federal e reiterou sua versão dos fatos. O deputado, por sua vez, acusa Patrícia de denúncia caluniosa e extorsão. Entenda o caso Em junho, a estudante, que é membro da...

Edson Fachin determinou a abertura de inquérito para apurar as acusações da estudante Patrícia Lélis contra o deputado 

Por Redação

Na última terça-feira (13), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou que o inquérito contra o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) seja aberto e investigado pela Procuradoria-Geral da República. Feliciano é acusado de tentativa de estupro contra a estudante de Jornalismo Patrícia Lélis.

Em agosto, a jovem depôs para a Polícia Civil do Distrito Federal e reiterou sua versão dos fatos. O deputado, por sua vez, acusa Patrícia de denúncia caluniosa e extorsão.

Entenda o caso

Em junho, a estudante, que é membro da Juventude do PSC, foi à casa do parlamentar após convite para reunião com integrantes da legenda para discutir a CPI que investigaria a UNE (União Nacional dos Estudantes).

Ao chegar no local, ela conta que não havia ninguém, além de Feliciano. O deputado teria tentado estuprá-la. À polícia, ela contou que uma vizinha chegou a ir até o apartamento perguntar se estava tudo bem, ao ouvir gritos, e nesse momento teria conseguido escapar do local.

Veja também:  De olho em 2022, Luciano Huck vai à Brasília e visita TCU

Mais tarde, em São Paulo, Patrícia afirmou à polícia que o assessor de Feliciano, Talma Bauer, a teria privado de liberdade e a sequestrado no intuito de forçá-la a desmentir as acusações.

Foto: Agência Câmara

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum