Imprensa livre e independente
07 de agosto de 2017, 17h43

Modelo é sequestrada e trancada em mala de viagem para ser vendida em site pornô

O caso aconteceu na Itália e envolveu uma modelo britânica, que foi drogada e trancada dentro de uma mala de viagem. Investigações apontam que grupo sequestrava modelos para serem leiloadas em sites pornôs e cobravam resgate para parar o leilão  Por Redação*  A polícia italiana revelou, no último sábado, que um suspeito foi preso no dia 12 de julho acusado de sequestrar uma modelo britânica para vendê-la em um site pornô. O homem, que não teve o nome revelado, é polonês e fazia parte de uma quadrilha que teria sequestrado a modelo Chloe Ayling, de 20 anos, a drogado, a...

O caso aconteceu na Itália e envolveu uma modelo britânica, que foi drogada e trancada dentro de uma mala de viagem. Investigações apontam que grupo sequestrava modelos para serem leiloadas em sites pornôs e cobravam resgate para parar o leilão 

Por Redação* 

A polícia italiana revelou, no último sábado, que um suspeito foi preso no dia 12 de julho acusado de sequestrar uma modelo britânica para vendê-la em um site pornô. O homem, que não teve o nome revelado, é polonês e fazia parte de uma quadrilha que teria sequestrado a modelo Chloe Ayling, de 20 anos, a drogado, a algemado e a trancado em uma mala de viagem. Ela, então, seria leiloada em sites ilegais e os sequestradores planejavam pedir um resgate de U$300 mil para pararem o leilão.

De acordo com a polícia, a modelo teria ficado sob a posse dos sequestradores por 6 dias e, depois, libertada. Ainda não há pistas se um resgate foi pago pela sua libertação.

A polícia científica italiana fez uma reconstituição de como a modelo foi trancada em uma mala. (Foto: Polizia di Stato)

A mulher chegou a Milão no dia 10 de julho para uma sessão de fotos. Quando ela entrou em um apartamento para a sessão, no entanto, teria sido atacada por dois homens.

Veja também:  Decisão que pode dar liberdade a Lula vai a plenário no STF após voto favorável de Lewandowski

A polícia informou que ainda procura por outros suspeitos que teriam participação no crime.

*Com informações do The New York Times 

Foto: Divulgação

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum