Imprensa livre e independente
06 de julho de 2017, 11h16

Mônica Bergamo diz que delação de Cunha tem mais de 100 anexos

Denúncias atingiriam diretamente Temer, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e poderiam ser usadas numa segunda denúncia de Janot contra o presidente   Da Redação*    Foto Lula Marques/AGPT    Segundo coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo de hoje, o ex-deputado e presidente da Câmara Eduardo Cunha está finalizando textos com informações para fechar acordo de delação premiada com a Lava Jato. Já existiriam mais de cem anexos rascunhados. A nota afirma que Cunha deve envolver diretamente em suas acusações o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha...

Denúncias atingiriam diretamente Temer, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e poderiam ser usadas numa segunda denúncia de Janot contra o presidente

 

Da Redação*    Foto Lula Marques/AGPT 

 

Segundo coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo de hoje, o ex-deputado e presidente da Câmara Eduardo Cunha está finalizando textos com informações para fechar acordo de delação premiada com a Lava Jato. Já existiriam mais de cem anexos rascunhados.

A nota afirma que Cunha deve envolver diretamente em suas acusações o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Ele teria provas sólidas, que mostrariam como foram feitas negociações políticas (inclusive do impeachment de Dilma), esquemas de arrecadação de campanha e recebimento de propinas.

*Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum