16 de maio de 2018, 14h25

Moro considera foto com Doria “uma bobagem”

Moro disse ainda durante o evento que houve políticos de várias siglas condenados na Operação Lava Jato

Em evento da Lide, empresa de lobby que João Doria passou para os seus filhos ao assumir a prefeitura de São Paulo, em Nova Iorque, nesta quarta-feira (16), o juiz Sérgio Moro afirmou ser uma bobagem a foto que tirou com o ex-prefeito e presidenciável.

“Estou num evento social e tiro uma foto, isso não significa nada. É uma bobagem isso. Não me arrependo nem um minuto de aceitar esses convites”, afirmou, lembrando que não tem uma “relação pessoal” com Doria.

Moro disse ainda que ficou na dúvida entre quais gravatas usar no evento da Lide, para não ser mal interpretado:

“Tinha uma gravata vermelha e uma gravata azul, isso pode ter diferentes sentidos. A vermelha poderia significar Partido Republicano ou Partido dos Trabalhadores. A azul poderia ser o PSDB ou até o Partido Democrata”, disse, ao aparecer com gravata vermelha.

Moro, ainda tentou, em seu discurso a empresários, desfazer qualquer impressão de perseguição a um partido específico dizendo que “somos todos seres humanos, com nossas virtudes e nossas falhas, e a corrupção pode afetar alguém de qualquer espectro político”. Ele disse ainda que houve políticos de várias siglas condenados na Operação Lava Jato.

Com informações da Folha