ASSISTA
16 de Maio de 2018, 08h58

Moro desfila em Nova York ao lado de Doria e gera revolta nas redes

Bernardo Mello Franco lembrou que Moro se arrependeu de tirar fotos com Aécio Neves, “mas continua a frequentar ambientes festivos com políticos do PSDB”

O juiz Sérgio Moro posou para fotos, nesta terça-feira (15), em Nova Iorque, ao lado do ex-prefeito tucano de São Paulo e pré-candidato a governador, João Doria, e provocou polêmica e uma série de críticas nas redes sociais. O jornalista Bernardo Mello Franco lembrou em sua coluna que Moro se arrependeu de tirar fotos com Aécio Neves, “mas continua a frequentar ambientes festivos com políticos do PSDB”.

Além dos protestos nas redes sociais, Moro também sofreu manifestações na porta do Museu de História Natural.

Também aparecem nas imagens do post de Doria o ex-prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg. Moro e Bloomberg receberam o prêmio “Person of the Year Awards”, concedido pelo Museu de História Natural da cidade, condecoração que Doria faz questão de lembrar em seu post que a recebeu no ano passado.

Moro e Doria vão participar também na cidade, nesta quarta-feira (16), de um evento da Lide, empresa de lobby empresarial que era de Doria e foi repassada a seus filhos quando ele assumiu a prefeitura de São Paulo.

Doria e o atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, acompanhados de alguns secretários de governo da cidade, estiveram também nesta terça-feira no Council of the Americas, centro de estudos de Manhattan, para apresentar equipamentos públicos de São Paulo, como o Parque do Ibirapuera, Interlagos e o Anhembi.

De acordo com informações da Folhapress, os dois foram recebidos friamente pelos prováveis investidores, que temem a mudança no comando paulistano e viram como repentina demais, lembrando a saída de Doria, que acabam de conhecer, e a chegada de um jovem sucessor.

Além disso, outro motivo para desconfiança é a licitação para o serviço de varrição pública da gestão atual, que foi questionada na Justiça.

Veja abaixo as reações nas redes ao juiz Sérgio Moro: