21 de maio de 2018, 09h35

Morre o vice-prefeito do Rio, Fernando Mac Dowell

Engenheiro estava internado há uma semana em um hospital na zona oeste do Rio depois de sofrer infarto no miocárdio

(Foto: Reprodução / TV Globo)
O vice-prefeito do Rio, Fernando Mac Dowell, 72 anos, morreu no fim da noite deste domingo. No último dia 13 de maio, Mac Dowell sofreu um infarto agudo no miocárdio. Ele foi levado às pressas para o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, onde permaneceu internado na UTI. Na última quarta-feira o engenheiro de transportes chegou a passar por uma angioplastia de emergência. Até o último mês de janeiro, o vice-prefeito acumulava o cargo com a função de Secretário de Transportes do Município. A principal marca da passagem pela pasta foi a desautorização do aumento anual das passagens de ônibus...

O vice-prefeito do Rio, Fernando Mac Dowell, 72 anos, morreu no fim da noite deste domingo. No último dia 13 de maio, Mac Dowell sofreu um infarto agudo no miocárdio. Ele foi levado às pressas para o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, onde permaneceu internado na UTI. Na última quarta-feira o engenheiro de transportes chegou a passar por uma angioplastia de emergência.

Até o último mês de janeiro, o vice-prefeito acumulava o cargo com a função de Secretário de Transportes do Município. A principal marca da passagem pela pasta foi a desautorização do aumento anual das passagens de ônibus na cidade. Mac Dowell afirmava que um novo reajuste seria possível somente quando as empresas cumprissem a promessa de equipar com ar refrigerado 100% da frota.

No entanto, no início deste ano, o prefeito Marcelo Crivella exonerou Mac Dowell do comando da pasta. Na última semana, foi anunciado pela prefeitura um acordo com as empresas de ônibus. As passagens devem passar dos atuais R$ 3,60 para R$4,00 com a refrigeração de todos os ônibus da cidade até 2020.

Nota oficial de pesar do prefeito Marcelo Crivella:

“Mac Dowell foi um companheiro exemplar, um notório servidor público com inestimáveis serviços prestados a nossa cidade. Neste momento de dor imensa, minhas orações e pensamentos estão com sua família e com todos que admiravam o seu caráter e sua generosidade”, afirmou Crivella, que decretou luto oficial de três dias.