22 de junho de 2018, 10h59

Morre Waldir Pires, ex-governador da Bahia

Pires era integrante do Partido dos Trabalhadores

Foto: Arquivo / EBC

O ex-governador e ex-vereador Waldir Pires morreu na manhã desta sexta-feira (22), aos 91 anos, por volta das 10h no Hospital da Bahia, em Salvador. Ele deu entrada na noite de quinta-feira (21) na unidade hospitalar, na Pituba, com quadro de pneumonia. Pires era filiado do Partido dos Trabalhadores. “O paciente teve parada cardiorrespiratória, não respondendo às manobras de reanimação e veio a óbito”, informou o hospital, em nota.

Pires chefiou dois ministérios durante o governo do ex-presidente Lula: de Estado de Controle e da Transparência da Controladoria-Geral da União em 2003 e da Defesa em 2006.

Natural de Acajutiba, na Bahia, Francisco Waldir Pires de Souza foi governador da Bahia entre 15 de março de 1987 e 14 de maio de 1989. Ele ocupou por dois mandatos uma cadeira na Câmara dos Deputados: de 1º de janeiro de 1990 até 1º de janeiro de 1994 e de 1º de janeiro de 1999 até 1º de janeiro de 2003.

Pires era formado em Direito e liderou o Movimento Antinazista.

O governador da Bahia Rui Costa (PT) decretou luto oficial de cinco dias no estado. “A Bahia e o Brasil não perdem apenas um político. Waldir Pires era um exemplo de caráter e retidão na vida pública e na vida privada. Dedicou boa parte dos seus 91 anos à defesa da cidadania e à construção de um Brasil melhor. Esse legado serve de herança e inspiração para todos nós. Com temperança e coragem, bem ao seu estilo, levamos adiante seus ideais. Meus sentimentos, em especial à família e aos amigos, e que Deus nos conforte a todos”, disse o governador em nota de pesar.

Jaques Wagner, ex-governador do estado, e a esposa, Fátima Mendonça, lamentaram a morte de Waldir Pires. “Recebemos, Fátima e eu, com muita tristeza a notícia do falecimento do grande democrata Waldir Pires. Deputado Federal, Ministro de Estado, Governador da Bahia, Vereador de Salvador, a trajetória de Waldir sempre foi pautada pelos valores éticos e democráticos que dignificam a política. O Dr. Waldir que resistiu ao golpe de 1964 é o mesmo que exerceu com muita dignidade e altivez todos as funções públicas de sua vida e nos inspira a seguir sempre do lado certo da história. Em um momento como o atual, em que nossa democracia é fortemente atacada, a presença de Waldir fará ainda mais falta. Mas seguiremos sempre orientados pelo seu exemplo, lucidez e valores inalterados. Desejamos força à família e ao povo baiano”.

Biografia

Um dos políticos mais influentes da história da Bahia, Waldir Pires ocupou cargos importantes em governos progressistas. Em 1958, foi vice-líder de Juscelino Kubitschek na Câmara dos Deputados. Atuou como consultor-geral no governo de João Goulart. O golpe militar obriga a liderança da Bahia a amargar sete anos de exílio político. Regressa ao Brasil em 1970, mas o AI-5 deixa Pires sem os direitos políticos.

Com o fim do AI-5, em 1978, recupera os direitos políticos e volta ao papel de destaque na cena política da Bahia. ´É eleito governador do estado em 1986 e por oito anos representou o povo baiano em dois mandatos na Câmara dos Deputados, entre 1990 e 1994 e 1998 e 2002.

Depois de participar com destaque nos dois mandatos do ex-presidente Lula, Pires foi vereador de Salvador entre fevereiro de 2013 e dezembro de 2016.


#tags