Seja Sócio Fórum
21 de agosto de 2017, 18h27

Motorista de Uber ataca passageira com arma de choque e rouba seu celular

Vítima também foi lançada para fora do carro ainda sob o efeito do choque. Empresa informou que desligou o motorista  Por Redação  A executiva de contas do ramo do turismo Roberta Coelho Pereira viveu momentos de pânico na madrugada do último domingo (20), quando voltava de um encontro com os amigos após o trabalho. Ao pegar um Uber para voltar para casa, em Copacabana, no Rio de Janeiro, foi atacada pelo motorista com uma arma de choque. De acordo com Roberta, ela estava sem bateria no celular e o motorista se prontificou a carregá-lo em seu carregador que ficava no...

Vítima também foi lançada para fora do carro ainda sob o efeito do choque. Empresa informou que desligou o motorista 

Por Redação 

A executiva de contas do ramo do turismo Roberta Coelho Pereira viveu momentos de pânico na madrugada do último domingo (20), quando voltava de um encontro com os amigos após o trabalho. Ao pegar um Uber para voltar para casa, em Copacabana, no Rio de Janeiro, foi atacada pelo motorista com uma arma de choque.

De acordo com Roberta, ela estava sem bateria no celular e o motorista se prontificou a carregá-lo em seu carregador que ficava no painel, enquanto a vítima estava no banco de trás. Ao chegar em seu destino, a mulher pediu o celular de volta. O homem, então, teria se recusado a devolver, a xingado e a atacado duas vezes com a arma de choque. Ainda sob os efeitos do ataque, ela foi lançada para fora do carro, sofrendo inúmeras escoriações.

A vítima registrou o caso no 13º DP e informou que pretende processar a Uber. O caso ainda está sob investigação da polícia e a empresa, por sua vez, informou que o motorista foi expulso.

Foto: Reprodução/O Globo 

 

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum