Imprensa livre e independente
02 de maio de 2019, 15h35

Mourão faz busca por grampos em seus gabinetes e confirma clima de “guerra” com Bolsonaro

Vice-presidente usou a justificativa de executar um “procedimento de rotina” e mandou seus seguranças realizarem uma varredura no Palácio do Planalto e no Palácio do Jaburu

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O relacionamento entre presidente e vice, definitivamente, não é dos melhores, embora a cúpula do governo insista em dizer o contrário. O general Hamilton Mourão usou a justificativa de executar um “procedimento de rotina” e mandou seus seguranças realizarem uma varredura em busca de grampos nas salas do gabinete da vice-presidência, no anexo do Palácio do Planalto e no Palácio do Jaburu. A suspeita de espionagem não se confirmou. Entretanto, mostrou o grau de tensão entre Jair Bolsonaro e Mourão. Campanha As divergências entre ambos tiveram início na campanha eleitoral e se intensificaram durante o mês de abril. A situação...

O relacionamento entre presidente e vice, definitivamente, não é dos melhores, embora a cúpula do governo insista em dizer o contrário.

O general Hamilton Mourão usou a justificativa de executar um “procedimento de rotina” e mandou seus seguranças realizarem uma varredura em busca de grampos nas salas do gabinete da vice-presidência, no anexo do Palácio do Planalto e no Palácio do Jaburu.

A suspeita de espionagem não se confirmou. Entretanto, mostrou o grau de tensão entre Jair Bolsonaro e Mourão.

Campanha

As divergências entre ambos tiveram início na campanha eleitoral e se intensificaram durante o mês de abril.

A situação ficou quase insustentável a partir das críticas diárias feitas a Mourão por Carlos Bolsonaro, filho do presidente, e quem toma conta das redes sociais do pai.

Carlos acusou Mourão de ser traidor e de conspirar para derrubar Bolsonaro para ficar em seu lugar.

Com informações da Época

Veja também:  Bolsonaro presidente me decepciona demais, diz Alexandre Frota

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum