19 de setembro de 2018, 12h26

Movimento contra Bolsonaro chega a outros torcedores após manifestação de presidente da Gaviões

Torcedores do Santos divulgaram evento "Santistas contra Bolsonaro", que acontece no próximo dia 29 de setembro, às 15h, no Largo da Batata, em São Paulo

Banner de divulgação dos Santistas contra Bolsonaro. Foto: Reprodução

A declaração de Rodrigo Gonzalez Tapia, presidente da Gaviões da Fiel, de que “Gavião não vota em Bolsonaro”, divulgada pelo blog do jornalista Juca Kfouri e publicada também pela Fórum, repercutiu entre torcedores de outros clubes, que se manifestaram e já organizam atos contra a candidatura do candidato do PSL.

Em 4 horas, o post da página da Fórum no Facebook teve mais de 4,8 mil compartilhamentos e 700 comentários. “Sou palmeirense, mas enquanto o meu time se omite no caso do apoio do Felipe Melo ao Bolsonaro – com a camisa do clube para piorar – a torcida do Corinthians se posiciona assim. Parabéns, Corinthians!”, comentou Barbara Falcão.

“Sou Torcida Independente e devemos nos unir contra o fascismo, parabéns Gaviões”, comentou o são-paulino Vlademir Lula Lenine. Torcedores do Santos divulgaram evento “Santistas contra Bolsonaro”, que acontece no próximo dia 29 de setembro, às 15h, no Largo da Batata, em São Paulo.

Wilton Melo, torcedor do Atlético Mineiro, disse que se sentiu envergonhado pelos gritos homofóbicos da torcida do Galo no empate contra o Cruzeiro no domingo (16) e manifestou-se. “Sou atleticano, e fiquei com vergonha daquela torcida organizada do Atlético! Os caras exaltaram o coiso dentro do estádio. Um absurdo! Parabéns à torcida do Corinthians!”.