ASSISTA
01 de Março de 2018, 11h34

“Movimento Huck Presidente” ainda acredita na candidatura do apresentador da Globo

Financiada por um grupo de oito amigos empresários, a ação conta com uma página no Facebook para divulgar que Huck seria a melhor opção para o Planalto

O idealizador do movimento chegou a declarar que não está pronto para abrir mão de um candidato “sem ideologia, que conhece o Brasil e os brasileiros e só quer o nosso bem” – Foto: Reprodução

Apesar de Luciano Huck ter, novamente, anunciado a decisão de desistir da candidatura à presidência, pelo menos nas próximas eleições, um grupo de empresários não se convenceu e resolveu criar o “Movimento Huck Presidente”. A ação conta com uma página no Facebook, bancando, ainda, a possibilidade de o apresentador mudar de ideia e participar do pleito.

A postagem mais recente, nesta quinta-feira (1), pela manhã, fala sobre a virtual indicação de Armínio Fraga ao ministério de Huck, em caso de vitória do global: “O Movimento Huck apurou essa semana, com fontes próximas a Huck, que numa potencial candidatura Huck, Armínio Fraga desempenharia o papel de ‘super-ministro’ da Fazenda, encarregado de dar continuidade à agenda de reforma do Estado Brasileiro, visando equilíbrio fiscal, redução do custo do Estado para a sociedade e promoção da justiça social. Pouca gente sabe que Armínio Fraga foi o idealizador do programa que deu origem ao Bolsa Família. O governo Lula partiu de uma ideia de Armínio Fraga, e o ampliou para formatar o Bolsa Família, programa bem-sucedido que tirou milhões de brasileiros da miséria. Recentemente, Armínio Fraga, que é amigo pessoal de Huck, deu entrevista ao Valor Econômico em que descreve o que seria a agenda econômica de um potencial governo Huck. Na visão do ‘Movimento Huck Presidente’, essa notícia apenas reforça nossa visão de que Luciano Huck seria um Presidente que traria uma visão equilibrada ao País, fazendo o necessário para atrair mais investimentos privados para o Brasil, mas mantendo um grande esforço de promoção da justiça social”.

Segundo a Folha de S.Paulo, o idealizador do movimento é Paulo Senna Nogueira Batista, 33 anos. Sócio de uma empresa varejista de produtos odontológicos, com sede em Blumenau (SC) e faturamento de um bilhão de reais, ele diz que a rede formada por ele e mais sete empresários aposta em Huck para “quebrar a polarização esquerda/direita, classe trabalhadora/empresarial”.

O empresário já chegou a declarar que não está pronto para abrir mão de um candidato “sem ideologia, que conhece o Brasil e os brasileiros e só quer o nosso bem”, como o apresentador global é definido por seus seguidores.