ASSISTA
15 de Março de 2018, 18h56

Na Argentina, Mães da Praça de Maio prestam homenagem à Marielle Franco

As mães de desaparecidos na ditadura militar argentina, que se reúnem semanalmente na Praça de Maio, ergueram cartazes com fotos de Marielle e com frases repudiando o assassinato de "lutadores populares". Vigília já reúne cerca de 300 pessoas

Na tarde desta quinta-feira (15), enquanto acontecia no Rio de Janeiro o velório da ex-vereadora do PSOL, Marielle Franco, assassinada na noite de ontem, as Mães da Praça de Maio, na Argentina, prestaram uma homenagem à ativista brasileira dos direitos humanos.

Com cartazes contendo fotos de Marielle e frases repudiando a atuação da polícia e o assassinato dos “lutadores sociais”, as “madres” fizeram discursos em memória da ex-psolista.

Depois da reunião das mães, foi iniciada uma vigília em homenagem a Marielle Franco que já reúne cerca de 300 pessoas no Obelisco do centro de Buenos Aires.

As Mães de Maio são um grupo de mães que resolveram se reunir para exigir notícias de seus filhos desaparecidos na ditadura militar argentina. Elas encampam um ato político todas as quintas-feiras na Praça de Maio, em Buenos Aires.

Confira, abaixo, as fotos do Coletivo Passarinho do ato de hoje dedicado à Marielle Franco.