21 de agosto de 2017, 12h44

Nadador espanhol faz um minuto de silêncio sozinho

Pedido de Fernando Álvarez para homenagear vítimas de Barcelona foi recusado pela Federação Internacional de Natação, durante Mundial de Budapeste.

Pedido de Fernando Álvarez para homenagear vítimas de Barcelona foi recusado pela Federação Internacional de Natação, durante Mundial de Budapeste.

Da Redação*

Um gesto de profundo respeito e solidariedade roubou a cena durante o Campeonato Mundial de Natação Masters, disputado entre 7 e 20 de agosto, em Budapeste, na Hungria. O nadador espanhol Fernando Álvarez pediu que fosse feito um minuto de silêncio, em memória das vítimas do ataque terrorista de Barcelona, mas a solicitação foi recusada pela organização da competição, disputada em Budapeste, na Hungria.

Álvarez não teve dúvida e resolveu, então, cumprir a homenagem sozinho. Ao sinal para iniciar a prova de 200 metros peito, o nadador permaneceu em cima da prancha em silêncio, enquanto os restantes nadadores começaram a nadar. “Disseram-me que não era possível, porque não se podia perder nem um minuto”, contou o nadador, sobre seu pedido, enviado à Federação Internacional de Natação. “Fiquei parado e saí um minuto depois. Senti como se tivesse ganho todos os ouros do mundo”, disse ao jornal ‘El Español’.

Reeditamos esta matéria para adicionar a informação que o Campeonato era Masters.

*Com informações do esportefera

Foto: Reprodução/Notícia do Minuto