24 de janeiro de 2018, 14h18

“Não é um problema contra Lula, mas contra o que ele representa”, afirma Pepe Mujica

O ex-presidente e atual senador uruguaio declarou novamente apoio ao brasileiro: “No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o projeto que trata de reduzir as distâncias que existem nas desigualdades sociais desse país continental que é o Brasil”.

O ex-presidente e atual senador uruguaio declarou novamente apoio ao brasileiro: “No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o projeto que trata de reduzir as distâncias que existem nas desigualdades sociais desse país continental que é o Brasil”. Da Redação* O ex-presidente e atual senador uruguaio, José Pepe Mujica, conversou com Sputnik Mundo sobre vários assuntos centrais da agenda latino-americana. Entre os temas principais, Mujica fez referência à presença do ex-presidente Lula da Silva perante a justiça brasileira. “No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o...

O ex-presidente e atual senador uruguaio declarou novamente apoio ao brasileiro: “No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o projeto que trata de reduzir as distâncias que existem nas desigualdades sociais desse país continental que é o Brasil”.

Da Redação*

O ex-presidente e atual senador uruguaio, José Pepe Mujica, conversou com Sputnik Mundo sobre vários assuntos centrais da agenda latino-americana. Entre os temas principais, Mujica fez referência à presença do ex-presidente Lula da Silva perante a justiça brasileira. “No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o projeto que trata de reduzir as distâncias que existem nas desigualdades sociais desse país continental que é o Brasil, um dos mais injustos da Terra”, afirmou.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

“Não é um problema contra Lula, mas sim contra o que ele representa e o que pode tentar reproduzir em uma função governativa. Porque não podemos separar isso do que aconteceu no Brasil com o golpe de estado de natureza parlamentar, com um congresso questionado”, acrescentou o ex-presidente uruguaio.

Para o líder uruguaio, apesar de “todas as campanhas e de tudo o que foi dito, cada dia que passa, Lula se afirma mais no consenso de muita gente”. José Mujica frisou que tal relação com o ex-presidente brasileiro se explica “não tanto pela inegável simpatia que se tem por ele, que é muito forte, mas pelo reflexo das consequências das reformas reacionárias que estão sendo realizadas no país politicamente e se enquadram como uma lembrança a favor de Lula”.

*Com informações do Sputnik e do Brasil 247

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Fotos Públicas