Seja Sócio Fórum
07 de abril de 2018, 11h47

“Não se entrega”, pedem manifestantes contra prisão de Lula em missa nos Metalúrgicos

A frente do sindicato está completamente tomada e os manifestantes a todo momento interrompem a celebração para gritar palavras de ordem pedindo que Lula não seja preso. "Não se entrega", "Resistência" e "Lula livre" são alguns dos gritos. 

Acontece neste momento a missa em homenagem a Marisa Letícia em frente ao Sindicato Metalúrgico do ABC, em São Bernardo do Campo. A ex-primeira-dama faria 68 anos neste sábado (7). A missa está completamente lotada, no carro de som, além de representantes da igreja católica, estão Lula, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, os candidatos à presidência Manuela D’Ávila e Guilherme Boulos, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, entre outras lideranças. A frente do sindicato está completamente tomada e os manifestantes a todo momento interrompem a celebração para gritar palavras de ordem pedindo que Lula não seja preso. “Não...

Acontece neste momento a missa em homenagem a Marisa Letícia em frente ao Sindicato Metalúrgico do ABC, em São Bernardo do Campo. A ex-primeira-dama faria 68 anos neste sábado (7). A missa está completamente lotada, no carro de som, além de representantes da igreja católica, estão Lula, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, os candidatos à presidência Manuela D’Ávila e Guilherme Boulos, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, entre outras lideranças.

A frente do sindicato está completamente tomada e os manifestantes a todo momento interrompem a celebração para gritar palavras de ordem pedindo que Lula não seja preso. “Não se entrega”, “Resistência” e “Lula livre” são alguns dos gritos.

Na missa, as músicas, escolhidas pelo ex-presidente, são cantadas por um grupo de artistas.

A expectativa é que Lula se entregue após a missa.

Assista abaixo à transmissão da TVT direto de São Bernardo.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum