Imprensa livre e independente
07 de abril de 2016, 14h56

“Não somos descontroladas”, diz Dilma a mulheres em ato no Palácio do Planalto

“Estive três anos presa e sempre mantive o controle, o eixo e principalmente a esperança”, afirmou a presidenta sobre a matéria da IstoÉ em que ela foi retratada como uma pessoa desequilibrada.

“Estive três anos presa e sempre mantive o controle, o eixo e principalmente a esperança”, afirmou a presidenta sobre a matéria da IstoÉ em que ela foi retratada como uma pessoa desequilibrada Por Redação Centenas de participantes estiveram hoje (7) no Encontro das Mulheres pela Democracia, realizado no Palácio do Planalto. Em seu discurso, a presidenta Dilma Rousseff comentou sobre a tentativa de golpe em curso no país e criticou a revista IstoÉ, que trouxe uma reportagem de capa em que ela era retratada como uma mulher desequilibrada. Dilma afirmou que o veículo incita o ódio e a violência e,...

“Estive três anos presa e sempre mantive o controle, o eixo e principalmente a esperança”, afirmou a presidenta sobre a matéria da IstoÉ em que ela foi retratada como uma pessoa desequilibrada

Por Redação

Centenas de participantes estiveram hoje (7) no Encontro das Mulheres pela Democracia, realizado no Palácio do Planalto. Em seu discurso, a presidenta Dilma Rousseff comentou sobre a tentativa de golpe em curso no país e criticou a revista IstoÉ, que trouxe uma reportagem de capa em que ela era retratada como uma mulher desequilibrada.

Dilma afirmou que o veículo incita o ódio e a violência e, nessa matéria, agiu de forma misógina. “Querem dizer que mulheres sob pressão ficam descontroladas. Isso é um tipo de tratamento que constitui machismo extremamente banal. Não aceito isso. Nenhuma mulher aceita. Estive três anos presa legalmente e sempre mantive o controle, o eixo e principalmente a esperança”, ressaltou.

Ela também defendeu a legalidade de seu mandato, condenou os vazamentos seletivos por parte da imprensa e disse que a situação será apurada pelo Ministério da Justiça para punição dos responsáveis. No encontro, a presidenta recebeu a solidariedade de representantes de entidades feministas, em meio a gritos de ‘Dilma fica, Cunha sai’, e enumerou os avanços do governo em busca de igualdade de gênero nos últimos anos.

Veja também:  Haddad visita Lula e diz: “O país precisa ter acesso a todo o material” do The Intercept. VÍDEO

Foto de capa: Roberto Stuckert Filho/PR

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum