Imprensa livre e independente
30 de abril de 2014, 15h30

NBA bane dono do Clippers por comentário racista

Donald Sterling não poderá mais comparecer aos jogos da liga e será forçado a vender sua franquia Por Redação Quando os comentários racistas de Donald Sterling foram divulgados pelo site TMZ Sports, o dono da franquia Los Angeles Clippers na NBA foi criticado por diversas personalidades, como Rihanna, Snoop Dogg e Al Sharpton. Mas as consequências das declarações preconceituosas do empresário não acabaram por aí. O comissário da NBA, Adam Silver, anunciou na última terça-feira (29) que Sterling está banido para sempre da liga. O dono do Clippers não poderá mais ir a jogos ou treinos da NBA, não poderá...

Donald Sterling não poderá mais comparecer aos jogos da liga e será forçado a vender sua franquia

Por Redação

Quando os comentários racistas de Donald Sterling foram divulgados pelo site TMZ Sports, o dono da franquia Los Angeles Clippers na NBA foi criticado por diversas personalidades, como Rihanna, Snoop Dogg e Al Sharpton. Mas as consequências das declarações preconceituosas do empresário não acabaram por aí. O comissário da NBA, Adam Silver, anunciou na última terça-feira (29) que Sterling está banido para sempre da liga.

O dono do Clippers não poderá mais ir a jogos ou treinos da NBA, não poderá estar presente em instalações do Clippers, não poderá participar de nenhum negócio ou decisão pessoal de jogadores e foi banido dos encontros do Conselho Governamental. Ele ainda deve pagar uma multa de US$ 2,5 milhões (aproximadamente R$ 5,5 milhões) e será forçado a vender sua franquia.

Desde que a gravação de uma ligação telefônica com sua namorada, a modelo V. Stiviano, veio à tona, vários patrocinadores desvincularam suas marcas do time dos Clippers. Na conversa, Sterling reclama de uma foto da companheira ao lado do jogador Magic Johnson e pede que ela não leve mais negros às partidas.

Veja também:  Carlos Bolsonaro iniciou processo de fritura que culminou na queda de Santos Cruz

“Me incomoda muito que você queira publicidade sobre estar associada com pessoas negras. Você tem que fazer isso?”, diz ele. “Você tem que fazer isso? Você pode até dormir com eles. Pode fazer o que quiser. O pouco que eu te peço é que não promova isso e não os leve aos meus jogos. Não o coloque [Magic Johnson] em um Instagram para que o mundo veja e me liguem. E não o traga aos meus jogos.”

Foto: Reprodução/Flickr

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum