26 de janeiro de 2011, 11h43

Nomes bem brasileiros

Dei uma olhada na escalação dos dois times finalistas da Copa São Paulo de Juniores, deste ano, e achei muito interessante os nomes dos jogadores.

 Dá para formar um time inteiro, com os onze jogadores, do goleiro ao último atacante, e o técnico com nomes terminados em N, ou, mais especificamente, em ON e AN.

 Duvidam? Pois vejam e confiram:

 No gol tem Renan, do Bahia. Na defesa, Madson, do Bahia, e os flamenguistas Marllon e Anderson. No meio de campo, Maicon do Flamengo, outro Anderson, do Bahia, mais o flamenguista, Lorran, também do Flamengo, e Brendon, do Bahia. No ataque, Adryan, do Flamengo, e Valson, do Bahia. Técnico: Laelson, do Bahia.

 Foi-se o tempo em que nomes de brasileiros eram José, João, Antônio, Francisco, Benedito, Sebastião, Joaquim, Manoel, Luís e outros antigamente comuns para os homens, enquanto as mulheres se chamavam Maria, Rita, Aparecida, Amélia, Célia, Regina, Iracema, Catarina, Helena, Marlene, Irene, Rosa, Margarida e outros por ai…

 Em alguns estados do Nordeste a gente tem a impressão de que está na Suécia. O final “son”, dos nomes suecos, foi importado e é utilizado à larga, criando nomes bastante esquisitos. Edmilson existem aos montes, é um nome “antigo” por lá, especialmente na Paraíba. Mas há também Nailson, Edílson, Anderson, Amilson, Arilson, Maílson, Joelson, Arielson, Ednelson, e muitos outros. Colocam o final “son” em qualquer palavra e ela vira nome.

 E o Brasil inteiro parece ter se “nordestinizado”, neste sentido. Principalmente entre os pobres, mas também entre os novos ricos, quando não tascam nomes terminados em “son”, em meninos, colocam pelo menos os terminados em “on”, como Maicon.

 Ainda teremos uma seleção brasileira de futebol de fazer inveja aos suecos, não tanto pelo futebol, mas pelos nomes dos jogadores. Prevejo desde já: Sarneysson no gol, e depois vêm Temerson, Jucásson, Jáderson e Dílmisson. No meio de campo, Aésson, Tarson, Serrasson e Lulasson. No ataque, Kassabson e Malufson. E o técnico? Que tal Dungasson?


#tags