Imprensa livre e independente
21 de janeiro de 2016, 10h30

Novo vídeo de Adnet escancara hipocrisia de quem se diz “contra a corrupção”

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, o humorista faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas cometem todo tipo de irregularidades no dia a dia sem o menor peso na consciência.

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, o humorista faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas cometem todo tipo de irregularidades no dia a dia sem o menor peso na consciência Por Redação (Imagem: Reprodução) Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, na última terça-feira (19), o humorista Marcelo Adnet faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas furam fila no banco, estacionam em vaga de deficiente, subornam agentes de trânsito e falsificam carteirinha de estudante para pagar meia entrada, por exemplo. A hipocrisia flagrada nessas irregularidades...

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, o humorista faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas cometem todo tipo de irregularidades no dia a dia sem o menor peso na consciência

Por Redação

adnet-jeitinho-brasileiro-musical

(Imagem: Reprodução)

Na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar, na última terça-feira (19), o humorista Marcelo Adnet faz uma crítica às pessoas que dizem abominar a corrupção, mas furam fila no banco, estacionam em vaga de deficiente, subornam agentes de trânsito e falsificam carteirinha de estudante para pagar meia entrada, por exemplo.

A hipocrisia flagrada nessas irregularidades do dia a dia é exposta na atração com boa dose de ironia com uma paródia da música O Que é, o Que é, de Gonzaguinha. “A lei diz que, quando entrar um idoso tenho que levantar. Mas finjo que não vejo a velhinha, fecho o olho e dou aquela dormidinha”, diz um dos trechos da canção.

Confira o vídeo aqui.

 

Veja também:  Marco Aurélio Mello ironiza manifestações favoráveis a Bolsonaro e compara situação a Collor

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum