Imprensa livre e independente
16 de maio de 2019, 21h25

Olavo de Carvalho apresenta queixa-crime contra Caetano Veloso e o chama de “canalha”

A ação do astrólogo foi em consequência de um artigo publicado pelo músico na Folha de S.Paulo, no qual ele faz duras críticas ao "guru" da família Bolsonaro

Foto: Reprodução
O “guru” ideológico da família Bolsonaro, Olavo de Carvalho, parece que “esqueceu” os militares, seus desafetos no governo, e arrumou um novo inimigo: Caetano Veloso. O astrólogo apresentou queixa-crime contra o músico, em função de um artigo publicado por ele na Folha de S.Paulo. A redação da ação segue a linha de pensamento do autoproclamado filósofo. Assinado pelo advogado Francisco Carlos Cabrera, o texto se refere a Caetano como “canalha”, “delinquente travestido de colunista” e diz que o músico alega ter sido exilado (na ditadura), “mas nunca mostrou um documento”. Olavo quer que Caetano responda por calúnia, difamação e injúria,...

O “guru” ideológico da família Bolsonaro, Olavo de Carvalho, parece que “esqueceu” os militares, seus desafetos no governo, e arrumou um novo inimigo: Caetano Veloso. O astrólogo apresentou queixa-crime contra o músico, em função de um artigo publicado por ele na Folha de S.Paulo.

A redação da ação segue a linha de pensamento do autoproclamado filósofo. Assinado pelo advogado Francisco Carlos Cabrera, o texto se refere a Caetano como “canalha”, “delinquente travestido de colunista” e diz que o músico alega ter sido exilado (na ditadura), “mas nunca mostrou um documento”.

Olavo quer que Caetano responda por calúnia, difamação e injúria, devido às críticas que o músico fez por conta de uma postagem de Olavo nas redes sociais antes do segundo turno das eleições de 2018.

“Olavo de Carvalho sugere em texto que, caso Bolsonaro se eleja, imediatamente à sua posse seus opositores sejam não apenas derrotados, mas totalmente destruídos enquanto grupos, organizações e até indivíduos”, escreveu Caetano à época.

Incitação à violência

Caetano também chama Olavo de “sub-Heidegger do nosso sub-Hitler”. “Considero o texto de Olavo incitação à violência. Vamos fingir que o candidato dele já venceu a eleição e, por isso, pode mandar matar quem não votou nele?”, questionou o músico.

Veja também:  Doria defende afastamento de Alckmin do PSDB por investigação de caixa dois

A ação de Olavo diz, ainda, que Caetano seria “um caso de possível esquizofrenia” e que ele anda “com o que temos de pior nos segmentos políticos e empresariais” e “presta um desserviço ao estado democrático de direito ao lutar pela liberdade de Lula”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum