Imprensa livre e independente
16 de maio de 2018, 22h56

Opiniões diferentes sobre a Venezuela na Fox Sports geram “barraco” ao vivo

Discussão ao vivo se deu entre os comentaristas Fábio Sormani e Flávio Gomes ao repercutirem uma declaração de Renato Gaúcho sobre a situação no país vizinho. Assista

Uma acalorada discussão com direito a trocas de xingamentos por conta de opiniões diferentes sobre a Venezuela tomou conta do programa ao “Fox Sports Rádio”, do canal por assinatura Fox Sports, nesta quarta-feira (16). O programa, que é líder de audiência na hora do almoço, repercutia uma fala do técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, sobre a situação na Venezuela, onde seu time foi jogar recentemente. O técnico pediu para que as pessoas olhassem mais para a “situação humanitária” do país vizinho. O comentarista Flávio Gomes, então, iniciou um comentário dizendo que a situação no interior do país não é tão...

Uma acalorada discussão com direito a trocas de xingamentos por conta de opiniões diferentes sobre a Venezuela tomou conta do programa ao “Fox Sports Rádio”, do canal por assinatura Fox Sports, nesta quarta-feira (16).

O programa, que é líder de audiência na hora do almoço, repercutia uma fala do técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, sobre a situação na Venezuela, onde seu time foi jogar recentemente. O técnico pediu para que as pessoas olhassem mais para a “situação humanitária” do país vizinho.

O comentarista Flávio Gomes, então, iniciou um comentário dizendo que a situação no interior do país não é tão caótica, mas logo foi interrompido por seu colega de bancada, Fábio Sormani. “Lá é o país inteiro!”, disse Sormani. Gomes, então, pediu para que o colega o deixasse falar, mas foi interrompido novamente. “Eu não vou deixar você falar se você falar assim comigo!”.

O bate-boca então foi instaurado e ambos não pouparam xingamentos.

Assista.

Veja também:  Moro é aconselhado por aliados a se afastar de Dallagnol

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum