Imprensa livre e independente
03 de agosto de 2016, 16h07

Organização da Olimpíada prepara “abafa-vaia” para Temer

Ideia da organização é evitar que as emissoras de televisão captem o “Fora Temer” ou algum momento constrangedor com vaias e xingamentos ao presidente interino Por Redação A Organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro planeja fazer uma operação “abafa vaia” durante a abertura dos Jogos Olímpicos que vai acontecer na próxima sexta-feira (5) no estádio do Maracanã. Logo após Temer falar, a organização vai aumentar o som de uma música ou efeito sonoro de fundo em alto volume no estádio para que as emissoras de televisão não captem um momento constrangedor com vaias e xingamentos ao presidente interino. A informação foi...

Ideia da organização é evitar que as emissoras de televisão captem o “Fora Temer” ou algum momento constrangedor com vaias e xingamentos ao presidente interino

Por Redação

A Organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro planeja fazer uma operação “abafa vaia” durante a abertura dos Jogos Olímpicos que vai acontecer na próxima sexta-feira (5) no estádio do Maracanã.

Logo após Temer falar, a organização vai aumentar o som de uma música ou efeito sonoro de fundo em alto volume no estádio para que as emissoras de televisão não captem um momento constrangedor com vaias e xingamentos ao presidente interino. A informação foi apurada pelo jornal Folha de S.Paulo.

A aparição de Temer será breve, não deve durar mais do que dez segundos e deve se restringir à frase: “Declaro abertos os Jogos do Rio, celebrando a 31ª Olimpíada da era moderna”. O pronunciamento de chefes de Estado é uma tradição das Olimpíadas.

Foto de capa: Agência Brasil

Veja também:  MPF quer suspender licitação de autódromo do Rio, onde Bolsonaro quer realizar GP de Fórmula-1

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum