Quem do fabuloso grupo Spice Girls, além da queridinha Posh, conquistou tanto espaço na mídia após o fim do grupo musical? Vicky colecionou títulos ao longo de anos: cantora, modelo, senhora Beckham, designer de moda e embaixadora da boa vontade da ONU – uau! A eterna Spice Chique parece ter realmente nascido para ofuscar azinimiga. Com o fim do grupo musical, ela continuou sob os holofotes ao casar-se com o boy magia e astro do futebol, David Beckham, com quem formou um dos casais mais assediados dos tabloides ingleses. Assim como as outras meninas, inicialmente, lançou-se em carreira solo, porém com várias críticas a suas qualidades vocais, Victoria considerou começar projetos relacionados à moda, pela qual sempre foi indiscutivelmente apaixonada. Inicialmente, a cantora decidiu tentar a sorte nas passarelas e depois finalmente, como estilista de fato.

“Comecei a ser chamada de POSH porque gostava de ir a bons restaurantes, de usar boas roupas. Esta era a minha personagem”, disse a cantora de 38 anos. “Era uma imagem muito forte. E continuo sendo muito parecida com aquela pessoa. Sempre serei a Posh Spice.”

Como se chegar aos 40 anos com manequim de 18 não bastasse, a neoestilista Victoria Beckham passou a colecionar importantes prêmios por sua brilhante carreira no mundo da moda. De forma elegante e indiscutivelmente profissional, ela vem alavancando sua carreira como designer, com uma aceitação surpreendente de críticos e jornalistas, estampando inclusive inúmeras capas de Vogue, comercializando seus produtos em luxuosas redes de lojas. Digamos que ela se trata de uma Donatella Versace com menos glamour, porém bem mais elegante, sem ter passado por tantas intervenções cirúrgicas e por um número igual de restrições alimentares.

Atualmente, Victoria além de uma marca forte no mercado é uma inspiração de lifestyle copiada em todo mundo, por meninas e meninos. Apesar da mudança em sua silhueta ao longo das tempo, não deixou de ser cobiçada, suas dicas de livros ou aparições “acidentais” com livros de dieta a tira colo geram uma corrida desenfreada por um guia que ensine a ter o corpo igual da mãe de quatro filhos e eterno ícone pop do estilo posh e britânico de ser.

Sua carreira como estilista decolou em 2009, quando Victoria apresentou sua coleção de vestidos primavera-verão na Semana da Moda de Nova York. Em 2010, ela lançou sua primeira linha de bolsas. O preço de seus produtos equivalem a das tradicionais grifes inglesas, como Alexander McQueen e Stella McCartney, um vestido assinado por ela chega a custar em média 2.100 euros e uma bolsa não sai da loja por menos de 2.300 euros. Em 2011, a ex-spice girl ganhou seu primeiro prêmio no British Fashion Awards – o de Marca do Ano – superando nomes consagrados como Tom Ford, Stella McCartney e Burberry.

Em 2013, recebeu o título de Mulher da Década no prêmio anual Glamour Awards promovido pela revista feminina Glamour. E recentemente, em setembro de 2014, demonstrando um sucesso não só empresarial mas também de sua imagem pessoal, Victoria foi escolhida como o maior ícone fashion para os britânicos. Uma pesquisa da revista especializada inglesa Hello! Fashion Monthly ouviu mil mulheres entre 18 e 34 anos e 18% delas elegeram a estilista e ex-spice girl como a mulher mais bem vestida do Reino Unido. Ultrapassando a atriz e atual queridinha fashion global, Emma Watson, assim como superado a top Kate Moss, considerada a maior modelo inglesa de todos os tempos (#SorryTwiggy).

A silhueta e o senso fashion da Posh mudou consideravelmente desde os tempos de Wannabe. Ela também deixou para trás o estigma de “mulher de jogador de futebol, siliconada e vulgar” pra trás e vem desfilando dentro e fora das passarelas criações para uma mulher sofisticada, minimalista, com uma cartela de cor enxutíssima, baseada no preto, no branco e no vermelho.

O planejamento e estratégias de expansão da marca são tão meticulosamente planejados que mesmo após receber tantos prêmios, reformular sua imagem pessoal, conquistar respeito como estilista e vestir ícones como Madonna, Heidi Klum, Gwyneth Paltrow, Cameron Diaz, Sandra Bullock e Sarah Jessica Parker, a marca não tinha loja própria. No último mês, em setembro, houve a inauguração da sua primeira flagship store, de 650 m² que comercializará seu crescente mix de produtos, em um luxuoso bairro de Londres de Mayfair. Um lugar estrategicamente escolhido pela ícone de moda britânico para dar mais um passo no mundo da moda.

O que será que ainda falta à senhora Beckham conquistar? Vida longa a rainha, por que se a posh desejar, a princesa Kate perde a vez.

Comentários

Comentários