Os Entendidos

Os Entendidos

Debater a diversidade com bom humor.

28 de janeiro de 2019, 23h48

Primeiro e único disco solo do músico Robson Jorge é reeditado no mercado europeu

Voltou em janeiro deste ano através do selo Mad About Records, sediado em Portugal, o primeiro álbum solo do músico carioca Robson Jorge (1954 – 1992).  Reeditado em vinil para o mercado europeu com tiragem limitada de 500 cópias, o disco revela o momento em que a música brasileira ficou mais soul , eclodido com […]


+ posts

24 de janeiro de 2015, 16h44

O taxímetro, a salsicha e as carapuças

Nessa semana, a Angélica bateu o taxímetro numa corrida de 27 anos sem comer carne vermelha em troca de alguns trocados sangrentos. Nada de novo depois que o Roberto Carlos também alugou seu vegetarianismo para contracenar com um bife, e que a Xuxa alugou o tom de cabelo que a consagrou. Vivemos num sistema capitalista […]


23 de janeiro de 2015, 13h51

O texto raso de “Águas turvas”

Águas turvas, é um romance brasileiro, escrito por Helder Caldeira, autor do livro “A 1ª presidenta”, que foi publicado pela editora Faces, em 2011. “Águas” está publicado pela editora Quatro Cantos e saiu ano passado. Antes de começar a falar do livro em si, quero (e preciso) transcrever a sinopse que vai na quarta capa do […]


21 de janeiro de 2015, 13h46

Querida Vlogueira Branca

Se tem uma coisa que eu vou morrer sem entender é o fascínio de pessoas brancas com a cultura negra. Principalmente com a cultura negra urbana como o rap, o hip hop, o linguajar dos guetos, a contracultura marginal e o estilo gangsta. O que há de tão magnético pra essas pessoas numa cultura criada pela […]


21 de janeiro de 2015, 00h18

Os putos também amam

Estava em …E O Vento Levou, em todos os desenhos da Disney e em meus livros preferidos, além de canções, de propagandas e de novelas. Romeu e Julieta viveram e morreram por esse sentimento em todas as mídias. Ah, o amor… O Amor que vende caixas de chocolate e justifica loucuras, valida laços e até […]


17 de janeiro de 2015, 19h48

Alguém do seu rebanho!

Como é fácil dizer o que estranh@s podem ou devem deixar de fazer. Dizê-l@s onde ir, quando serão bemvind@s e  vestindo sabe-se lá o quê. Difícil é moralizar o vizinho, ou, se longe do ninho, peitar o patrãozinho e mandar “se f*der” quando este fizer ou não por merecer! Quão descomplicado é tratar com indiferença a humanidade […]


15 de janeiro de 2015, 12h19

Se todos tiverem HIV, ninguém terá AIDS

Antes de começar esse post, deixo claro que não estou defendendo a transmissão proposital de qualquer doença para ninguém. Eu sinto necessidade de esclarecer isso porque o medo do HIV é tão grande que as pessoas não parecem capazes de analisar a questão de maneira objetiva, sem fazer terrorismo. Nessa semana circulou a denúncia de que […]


14 de janeiro de 2015, 14h00

Es(bran)quecimento

Nas últimas semanas, fortes críticas tem sido feitas à cantora pop Iggy Azalea, acusada por rappers e lendas do hip hop de se apropriar desses gêneros musicais sem respeitar a sua origem tanto como plataforma de contestação política-social, como uma arte em pró do movimento negro. A treta se intensificou quando Azaelia Banks se emocionou ao abordar […]


14 de janeiro de 2015, 01h19

O horror do pinto pequeno…

Na coluna passada, falei sobre a dádiva duvidosa que alguns centímetros a mais de pênis podem representar. O texto deu o que falar porque sempre que o assunto é sexo e questionamento de algum desejo, há discussões em forma de comentários, o que é ótimo. Então hoje resolvi falar do outro lado dessa questão… “Don’t […]


13 de janeiro de 2015, 23h10

Encalhada?

Encalhada. Fulana está encalhada. Eu estou encalhada. Quantas vezes já se ouviu/disse essa expressão? Lembro bem de um dia que estava no trem (observo muito as pessoas por lá) e ouvi uma menina de 22 anos reclamando que estava encalhada e que era a única das amigas nessa situação. E pior, já se condenando a […]


10 de janeiro de 2015, 18h46

Atentado violento ao humor?

No último domingo, no programa do Faustão, um humorista apresentou um esquete travestido de Yemanjá. Eu diria se tratar de uma caricatura, mas isso implicaria dizer que o que ele fez foi exagerar características da entidade, entretanto, para exagerar precisamos antes conhecer. Se esse era o caso, o desrespeito foi ainda maior. No sincretismo da […]