Os Entendidos

Os Entendidos

Debater a diversidade com bom humor.

#trans

29 de Janeiro de 2017, 13h13

Mulheres e homens transexuais relatam rotina de humilhações no acesso ao mercado de trabalho

Imagine você, homem ou mulher cisgênero (vá até o fim do texto, se não conhece essa palavra), diante da seguinte situação: depois de passar por um longo processo seletivo para trabalhar em uma empresa, o analista de recursos humanos te diz que o seu é o melhor currículo entre todos os candidatos participantes, mas que […]


21 de junho de 2016, 17h23

Masculinidades não idiotas

Quando eu estava descobrindo e me permitindo a masculinidade, fugia da ideia de SER HOMEM. Mudei de nome e pedi para as pessoas me tratarem no masculino. Na minha cabeça eu já vivia um gênero masculino, mas não me sentia bem para conversar sobre isso. Em parte porque era novo, me assustava, e também porque […]


19 de Fevereiro de 2016, 21h19

Rio com Homofobia

_Alô? _Centro de Referência LGBT, boa tarde. _Oi, eu não sei explicar, mas assim… Eu não sou mulher. Eu não tenho com quem conversar essas coisas. No início de 2014, ligay para o Disque Cidadania do programa Rio Sem Homofobia. Cada dia que passava me sentia menos mulher, sentia que tinha alguma coisa “errada” comigo. […]


05 de Fevereiro de 2016, 22h15

A transfobia mata, a gente enterra

O suicídio e a transfobia estão matando a gente. Essa semana foi especialmente difícil. Tivemos uma travesti suicidada em São Paulo e ontem um homem trans, muito jovem, tentou suicídio no interior da Bahia. O SAMU chegou a tempo e o resgate foi feito. Ele está #transvivo. Graças a essa coluna e a outros espaços […]


13 de setembro de 2015, 18h50

Toda cisgeneridade é a mesma? Subalternidade nas experiências normativas

Texto escrito em parceria entre Helena Vieira e Sofia Favero* Nesta semana aconteceu o I Seminário Queer no SESC-SP e o conceito de cisgeneridade correu os perfis de Facebook em discussões entre especialistas e ativistas. Ainda que com posicionamentos controversos, toda essa discussão possibilitou e demonstrou a necessidade de se pensar, com profundidade, além da definição dura […]


08 de junho de 2015, 21h01

A (in) visibilidade das “trans”crucificadas diariamente

Texto do Colaborador William Galvão. Realizada no último domingo, 7 de julho, a 19ª edição da Parada do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) de São Paulo, cercada de polêmicas, mostrou várias facetas dentro do próprio movimento. Desde um grupo de evangélicos com cartazes como “Jesus cura a homofobia” e “Desculpem como […]


07 de junho de 2015, 17h56

Teoria Queer, o que é isso?

Tornou-se consideravelmente comum vermos ativistas, sobretudo transfeministas (como eu), falarem de Teoria Queer. Esses dias, fui interpelada por uma amiga que me perguntava: “Diabéisso de Teoria Queer?”. De fato, é uma forma de saber que a Universidade não tende a ensinar aos estudantes de graduação, e, apesar de existir muito material na internet sobre o […]


24 de Maio de 2015, 19h54

Onde está o gênero no cotidiano?

Este texto pretende questionar: Como o gênero se articula no cotidiano? Como se articulam as verdades sobre o sexo, o gênero, os desejos e os corpos? E pretende ainda perguntar: Onde estão as travestis e transexuais no dia a dia? À luz do dia? Que lugares reservam para nós? Como nos excluem? O cotidiano nos […]


17 de Maio de 2015, 16h25

O mal banalizado da transfobia nas redes sociais

E se as palavras que lemos no Facebook ganhassem espaço no mundo real? Quanto sangue jorraria delas? Quantas travestis, pessoas trans, teriam sido espancadas, torturadas ou agredidas com lâmpadas? Quantas seriam medicamente violadas? Quantas de nós seríamos presas em sanatórios, rotuladas de “aberrações” ou “anormalidades”?  Recentemente, o Humaniza Redes – ação do governo federal, que possui perfis em diversas redes sociais, […]


10 de Maio de 2015, 19h31

Transmasculinidades: Histórias Compartilhadas

Não é a ausência de limpeza ou saúde que torna algo “abjeto”, o que o torna é aquilo que perturba uma identidade, uma ordem, um sistema. Aquilo que não respeita os limites, os lugares, as regras.” ( KRISTEVA, Julia; “El poder de la Perversión”; Ed. Siglo XXI, pg. 9) Cenas de Buck Angel em sexo explícito, […]


03 de Maio de 2015, 16h22

Fortaleza: pioneira em Direito e Dignidade Trans

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, em dezembro do ano passado, um Projeto de Indicação (P.I.) que pretende contribuir com a entrada de pessoas transexuais e travestis no mercado de trabalho formal. A matéria, de autoria da vereadora Toinha Rocha (PSOL), aguarda sanção do prefeito Roberto Cláudio (PROS) e pode ser um mecanismo legal inédito sobre […]


26 de Abril de 2015, 14h17

Transexualidade, amor e miséria subjetiva

A socióloga carioca, Miriam Goldenberg, cunhou em seu texto “Corpo, Capital e Gênero” o conceito de ” miséria subjetiva”. Naquela ocasião, Goldemberg referia-se aos processos de subjetivação de relacionamentos abusivos em mulheres casadas do Rio de Janeiro. Essa condição de miséria subjetiva, caracteriza-se, basicamente, por uma percepção extremamente negativa de si mesmo, baixa auto-estima, desprezo […]


19 de Abril de 2015, 16h07

Verônica Bolina: O espetáculo da violência e do descaso

Damiens fora condenado a 2 de Março de 1757 a pedir perdão publicamente diante da porta principal da Igreja de Paris, aonde devia ser levado e acompanhado numa carroça, nu, de camisola, carregando uma tocha de cera acesa de duas libras; em seguida, na dita carroça, na praça de Greve, e sobre um patíbulo que […]


12 de Abril de 2015, 18h20

Como me descobri trans?

A rosa de plástico que enfeitava a mesa de centro da sala de minha avó estava presa atrás de minha orelha. O lençol de cama azul estrelado cobria minha cabeça e corpo como um manto divino. Sentia-me como uma Deusa e andava de um canto ao outro do quarto ao som de alguma melodia mental […]


05 de Abril de 2015, 12h54

Onde estavam as travestis durante a Ditadura?

” (…) certas vidas não se qualificam como vidas, ou, desde o princípio não são concebidas como vida, dentro de certos marcos epistemológicos, então, tais vidas nunca se considerarão vividas ou perdidas no sentido pleno de ambas as palavras”. (BUTLER, Judith. Marcos de Guerra: las vidas lloradas. 2010, pg. 13) A história é uma narrativa, disso […]